Educação

Euclides da Cunha sedia Colóquio

O municipio de Euclides da Cunha, localizado no semiárido baiano, sedia desde a úlitma segunda-feira o I Colóquio em Estudos Lingüísticos e Literários do Campus XII da Uneb, em Euclides da Cunha.

Com uma conferencia intitulada O Parque Estadual de Canudos: imaginário, memórias e (re)leituras), o professor doutor Edivaldo Boaventura, presidente da Academia de Letras da Bahia e professor emérito da UFBA, encerrou ontem à noite (o4/06), o I Colóquio em Estudos Lingüísticos e Literários do Campus XII da Uneb,  em Euclides da Cunha.

O evento, que teve seu inicio na segunda, 01/06, com a temática Imaginário, memórias e (re)leituras, coordenado pelo professor Adriano Eysen, tem como objetivo ampliar o campo de atuação da instituição, abarcando a diversidade étinco-cultural, as dinâmicas das tradições culturais e suas manifestações, além  da  discussão  acadêmica em terno das produções de docentes e estudantes das universidades na áreas de lingüística e literatura. 

O I CELL contou com diversas atividades, como conferências, mesas redondas, comunicações, lançamento de livros e outras atividades culturais, como ostra de artesanato e apresentações musicais.  Estiveram presentes professores conferencistas da própria Uneb, da Uesb, da Uefs e da Ufba. Na noite de quarta, o reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana, José Carlos Barreto, pronunciou-se com uma conferência intitulada Euclides da Cunha e Teodoro Sampaio: engenheiros na construção de “Os Sertões”, cujas idéias provocaram  acalorado debate entre os presentes. 

A seguir, e fazendo parte da programação cultural que ocorreu todas as noites, o destaque foi apresentação do samba-de-roda do grupo Quixabeira da Matinha dos Pretos, de Feira de Santana. Nesta quinta-feira, após a conferência de encerramento, os participantes se confraternizaram ao som do forró pé-d

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top