Rapidinhas

Rapidinhas – As candidaturas femininas

É provável que em 2010 tenhamos algumas candidaturas femininas interessantes como a da primeira-dama de Feira de Santana Graça Pimenta e da ex-primeira-dama do Estado, Tércia Borges.

Cada vez mais presentes no cenário político baiano, as mulheres querem ampliar o espaço que é destinado a elas nas eleições de 2010.  Faltando quase um ano e meio para a disputa, vários nomes já são especulados para concorrer a uma vaga, seja no Senado, na Câmara Federal ou na Assembléia Legislativa da Bahia. Entre os nomes apontados, o que primeiro ocorre é o da deputada federal Lídice da Mata, atual presidente estadual do PSB. Lídice acaba de ser indicada pelo seu partido para disputar o Senado na chapa governista, mas a decisão apenas ratificou velhas especulações.

Coringa para a chapa

Pela sua condição de “coringa” no cenário político atual, a socialista é sempre lembrada para a composição da chapa majoritária que vai ser encabeçada pelo governador Jaques Wagner (PT) na próxima eleição. Sendo um nome forte para a Câmara Federal, Lídice agora desponta também como mais uma opção para o Senado, embora não esteja descartado o seu aproveitamento como vice da chapa governista, o que a projetaria para voos mais altos nas eleições subseqüentes à de 2010.

Tércia Borges federal

Mas a grande surpresa feminina da próxima eleição deverá ser a ex-primeira dama do Estado, Tércia Borges, esposa do senador César Borges, cotada para assumir uma candidatura à Câmara Federal. Discreta, Tércia não tem se exposto na mídia, mas o próprio senador César Borges já admite essa possibilidade. Contando com um bom respaldo popular devido ao seu trabalho junto às Voluntárias Sociais durante o governo de Borges, a candidatura de Tércia só traria benefícios para a reeleição do seu esposo.

 

Ajuda para o PR

Dessa forma, o nome da ex-primeira-dama do Estado passaria a ser uma alternativa completamente viável dentro do PR, partido que ela é filiada, inclusive comandando a ala feminina. Além disso, Tércia Borges ajudaria a puxar votos para a legenda, contribuindo para eleger outros nomes para a Câmara Federal nas eleições de 2010. Caso a sua candidatura se confirme, será a primeira vez que uma primeira-dama do Estado disputa uma eleição proporcional na Bahia.

Graça Pimenta

Do interior do Estado também podem brotar alguns nomes femininos para a disputa eleitoral do próximo ano. Em Feira de Santana o nome da primeira-dama Graça Pimenta, esposa do atual prefeito Tarcizio Pimenta e filiada ao PR, desponta fortemente para disputar uma vaga na Assembléia Legislativa na bolsa de apostas dos especuladores. Tarcízio nega, os aliados observam, e as esquinas comentam. Recorrendo ao velho adágio popular que diz que “onde há fumaça, há fogo”, é bom os concorrentes ficarem atentos para não queimarem as suas próprias mãos.

Herança de votos

Mesmo que não queira admitir qualquer candidatura agora, o nome de Graça Pimenta já conta até com adesivos em veículos que circulam no centro de Feira de Santana. Admitindo-se que seja uma iniciativa de amigos, ou de empresários, o certo é que o fato repercute e tem toda a razão de ser. Observadores políticos vêem a notícia com bons olhos, e entendem que é mais do que justo que o prefeito Tarcizio Pimenta escolha um nome para herdar os seus votos de deputado, já que foi eleito por vários mandatos consecutivos desde a eleição de 1994, quando disputou pela primeira vez. 

Juçara Feitosa

Outra candidatura feminina que vem sendo especulada para disputar uma vaga na Assembléia é a da ex-candidata do PT á prefeitura de Itabuna, Juçara Feitosa, esposa do ex-secretário estadual de Agricultura e atual deputado federal Geraldo Simões. Além de contar com o apoio do seu esposo, Feitosa teria ainda a ajuda de alguns prefeitos da região cacaueira, o que lhe garantiria uma boa soma de votos. Mas ela desconversa sobre o assunto e diz que só vai definir o seu futuro político no próximo ano.

Disputa difícil

Assim, em Itabuna e na região Sul do Estado, a pré-candidata Juçara Feitosa deverá ter vários concorrentes pela frente. Além da atual deputada Ângela Souza (PSC), que também buscará o voto feminino, outros nomes como o do atual deputado Capitão Fábio e o do ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, também devem concorrer a uma vaga. Isso sem falar nos vários nomes que já estão sendo especulados na região, o que dificulta mais ainda a conquista de votos por parte dos pré-candidatos.

Reeleição á vista

Mas, na Assembléia Legislativa as atuais deputadas Eliana Boaventura (PP), Antônia Pedrosa (PRP), Maria Luiza, Marizete Pereira e Virginia Hagge (PMDB), além de Maria Luiza Laudano (PTdoB), Fátima Nunes e Neuza Cadore (PT) e Ângela Souza (PSC), que representam pouco mais de 14% de toda a bancada, devem disputar a reeleição. O mesmo pode acontecer na Câmara Federal, onde Lídice da Mata (PSB), Tonha Magalhães (PR) e Alice Portugal (PCdoB) também devem tentar um novo mandato. Enfim, é provável que nas eleições de 2010 o espaço das mulheres seja ampliado na Bahia, corrigindo um pouco as distorções ainda existentes.  

   

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: