Polícia

Câmara de Feira repudia forma de fiscalização do transporte clandestino

A forma de fiscalização do transporte clandestino tem chamado a atenção da comunidade e das autoridades em Feira de Santana.

De acordo com Antônio Carlos Passos de Ataíde, presidente da Câmara de Vereadores do município, os cidadãos estão tendo os seus automóveis e motos apreendidos de forma violenta.

Ataíde afirma que é a favor da fiscalização do transporte, mas não concorda com a violência que está sendo aplicada para realizar esse trabalho. O presidente da Câmara explica que, se for necessário, os vereadores vão ingressar com uma medida cautelar para evitar os abusos. O vereador Otavio Joel defendeu que a violência na fiscalização precisa ser combatida, mas explica que é necessário prudência quanto à medida cautelar.

R.C.S, 37 anos, é um dos que realizam o transporte clandestino em Feira de Santana e não quis ser identificado. Ele afirma que os donos dos carros e motocicletas que não são registrados estão recebendo ameaças de homens em um carro de modelo S10. “Eles chegaram armados no ponto onde nós ficamos e ameaçaram todos os trabalhadores e pais de família que estavam ali tentando sobreviver porque não encontram um emprego com carteira assinada”, conta, indignado.

O motorista ainda afirma que existem pontos de transporte clandestino que não são fiscalizados e nenhum carro é apreendido. “Porque alguns pontos são fiscalizados e outros não?”, indaga R.C.S. Ele também relata o caso de um parente que não realiza o transporte clandestino, tinha ido buscar o irmão na sua motocicleta na Avenida Presidente Dutra e teve a moto apreendida por 15 dias e foi multado.

Para o vereador Antônio Francisco Neto, Ribeiro, embora defenda um trabalho efetivo da fiscalização, ele diz que é preciso controle. “Não é necessário o uso de arma para abordar um cidadão”, defendeu.

Por Carol Seixas

(Com informações da Ascom)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: