Meio Ambiente

Itabuna vai ganhar o Museu da Cidade

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc) trabalham na elaboração do Projeto do Museu da Cidade.

O Museu pode ser instalado na casa da fazenda Valparaíso, dos herdeiros de Tertuliano Guedes de Pinho, que fica próximo ao aeroporto.  O projeto, que resgatará o imóvel de três pavimentos, em estilo colonial, será encaminhado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural da Bahia (Iphac) e ao Ministério da Cultura ainda este mês.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Vita, e o presidente da Ficc, Cyro de Mattos, estiveram inspecionando o imóvel na última quarta-feira (1º/07) Eles constataram que a casa em processo de ruínas, com risco de desabamento das paredes do terceiro piso, onde funcionava um dormitório e uma espécie de torre de observação para uma extensa área nas margens do vale do rio Cachoeira. O local tem uma área murada, mas precisa ser restaurada para evitar a ação de vândalos.

O casarão, que funcionava como uma verdadeira fortaleza está em ruínas, com várias portas e janelas arrombadas. Junto ao seu acesso principal tem uma escada circular e em forma espiral para o primeiro andar, com destaque para um painel de azulejos de Udo Knopff, inteiramente preservados. Um fato observado pelo secretário Fernando Vita é que os ladrilhos do piso das varandas do primeiro andar são originais, e deverão ser preservados nas obras de restauração do casarão.

Projeto do museu

O secretário Vita destaca que, como arquiteto, pensava na recuperação de um importante equipamento do patrimônio histórico da cidade, mas nas discussões com Cyro de Mattos o projeto ganhou uma dimensão ainda mais ampla, com a proposta de sua transformação no Museu da Cidade, marcando assim o elenco de ações voltadas para o Centenário de Itabuna.

Segundo Cyro de Mattos, o projeto do Museu da Cidade resgata um compromisso do Capitão Azevedo. “O prefeito tem se mostrado sensível às questões culturais e, além de apoiar o projeto do museu, também vem estimulando projetos como o do Ecomuseu Jorge Amado, em Ferradas, encaminhado através do Ministério do Turismo e a recuperação dos murais de Lênio Braga, na Estação Rodoviária e de Genaro de Carvalho, na avenida do Cinquentenário, num projeto a ser negociado com o Ministério da Cultura”, ressaltou.

Já o Projeto do Museu da Cidade, foi discutido com o presidente do Iphac, o arquiteto Frederico Mendonça, e será também negociado com o Ministério da Cultura para captação de recursos. Para o presidente da Ficc, o Iphac deverá acompanhar o projeto de restauração elaborado pela Sedur, a quem também compete o levantamento de custos para a sua implementação.

Cyro de Mattos considera que os projetos do Museu da Cidade e do Ecomuseu Jorge Amado, bem como a restauração dos painéis de Lênio Braga e Genaro Carvalho, evidenciam a preocupação do governo com a cultura, como também com o resgate e a proteção do patrimônio histórico e arquitetônico de uma cidade que não tinha nenhuma política para o setor.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: