Política

PEC – Suplentes debatem em Salvador

Quase 200 suplentes de vereadores de diversas regiões da Bahia estiveram reunidos na Câmara de Vereadores de Salvador, neste sábado (4), para traçar a estratégia de pressão durante a votação da PEC na Câmara Federal.

Durante o encontro, que aconteceu no Auditório da Câmara Municipal, o senador César Borges (PR) se comprometeu a continuar apoiando a luta para restabelecer o número original de vereadores, especialmente nos municípios baianos.  “Vocês podem ter a certeza que eu farei o possível para garantir a vitória também na Câmara de Deputados. Nem que eu tenha que falar com cada um dos meus colegas parlamentares, pois esta é uma questão de justiça”, disse.

O presidente estadual do PR, e pré-candidato ao Senado em 2010, declarou que a justiça a que se refere não é apenas com os vereadores eleitos que não puderam assumir o cargo, mas à democracia, que tem na representação popular um dos seus principais fundamentos. “Não é justo que um município com quase 50 mil habitantes, como é o caso de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, ter o mesmo número de vereadores que um município de pouco mais de  1,5 mil habitantes, como existe no interior de São Paulo”, ponderou o senador.

O empenho de César Borges para defender a causa no Congresso Nacional foi reconhecido inclusive por adversários políticos presentes na reunião, como os deputados federais Daniel Almeida e Alice Portugal (do PC do B). “O senador teve um papel muito importante na defesa da democracia. A redução do número de vereadores foi o maior atentado ao processo democrático desde 1985”, declarou a deputada Alice Portugal.

Para o suplente de vereador Manoel Gomes Aragão (PTB), de Jequié, César Borges aumentou ainda mais a sua força política nos municípios. “As pessoas estão gratas pelo esforço do senador, que foi determinante, em todos os momentos dessa luta. Ele foi exemplar. Ouviu os anseios da população em sua célula mínima, que é o município”, destacou.

Antônio da Cruz, o Sula do PRB, disse que não pode falar por todos os suplentes, mas que é notória a gratidão dessas forças políticas. “Eu sei de vários suplentes que estão com César Borges para o que der e vier. Eu sou um deles”, acrescentou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: