Meio Ambiente

Romaria em Bom J. da Lapa discute o São Francisco

Com cerca de 9 mil participantes e discutiram diversas questões relacionadas à preservação do Rio São Francisco durante a 32ª Romaria da Terra e das Águas, realizada em Bom Jesus da Lapa, a 802 km de Salvador.

A 32ª Romaria da Terra e das Águas aconteceu de 3 a 5 de julho, e contou com a participação do Ministério Público Estadual, representado pela promotora de Justiça Luciana Khoury, que coordena o Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco (Nusf) do MP.

Temas como terras devolutas, direitos das comunidades tradicionais do São Francisco, importância da preservação do cerrado e da caatinga, dentre outros, foram debatidos no encontro. Segundo a coordenadora do Nusf, a participação de comunidades quilombolas, que vivem na Bacia e que não estão tendo seus direitos ao território e à identidade garantidos, além de outras comunidades que fizeram denúncias e conclamaram por providências, foi muito marcante.

A grilagem de terras sem a devida demarcação pela União, que acabam sendo legalizadas por fazendeiros, provocando a expulsão das comunidades tradicionais, foi outra questão denunciada durante a romaria.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: