Política

DF – Vereadores revoltados com a CNM

Os vereadores Carlinhos Matos, José Nivaldo, Edgar Miranda e Esmeraldo Rios, de Riachão do Jacuípe e Pé de Serra, respectivamente, participaram dos protestos contra uma decisão da CNM, que tentou impedir a entrada dos representantes das Câmaras de todo o país durante uma solenidade da XII Marcha a Brasília.

A confusão começou no Brasília Alvorada Hotel, local do evento, quando vereadores, prefeitos, vices-prefeitos e secretários municipais ficaram um bom tempo na porta do hotel aguardando a organização liberar as suas entradas ao salão principal.

Informados pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) de que apenas os prefeitos teriam acesso ao salão, os aproximadamente 3 mil vereadores presentes ficaram revoltados com a decisão, e promoveram uma manifestação em frente à porta de entrada do evento.

Liderada pelo vereador de Riachão do Jacuípe José Nivaldo Carneiro (PRB), conhecido como Ninho Moto Boy, a organização da Xll Marcha a Brasília resolveu permitir o aceso de todos ao salão principal do evento, onde estava o Presidente da Republica Luis Inácio Lula da Silva, 26 Ministros, o Presidente em exercício da Câmara Federal, deputado Marcos Maia (PT-RS) e vários senadores da Republica, dentre eles o baiano César Borges (PR).

José Nivaldo considerou uma total falta de respeito por parte da Confederação Nacional dos Municípios com os vereadores ali presentes, porque na programação definida pela CNM não especificava tal restrição. “Todos esses vereadores aqui presentes são representantes do povo e têm que ser respeitados, até por que a Marcha não é dos prefeitos e sim dos municípios. Isso quer dizer que engloba todos os agentes públicos”, protestou.

O vereador Carlinhos Matos (Democratas) de Riachão do Jacuípe, também presente, fez coro aos protestos: “Essa e a 5ª Marcha que eu participo junto com secretários municipais, vereadores, vices-prefeitos e prefeitos de todo pais. Somos os grandes responsáveis pelo fortalecimento do municipalismo, conquistas como o aumento do FPM, Saúde e Merenda Escolar são frutos de um trabalho conjunto que travamos junto ao governo federal para obtermos melhorias na qualidade de vida da nossa população. Por isso, entendo que temos obrigatoriamente que sermos tratados em igualdade de condição, porque, aqui, não estamos a passeio e sim para reivindicar dias melhores para o povo de Riachão do Jacuípe”, acrescentou.

Edgar Miranda (PP) e Esmeraldo Rios (PRB), vereadores do município de Pé de Serra, ainda na região do Vale do Jacuípe, também participaram do encontro em Brasília e, da mesma forma, ficaram decepcionados com a atitude da Confederação Nacional dos Municípios.

Por: Marcos Cícero

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: