Cultura

SP – Serra fala sobre tributo a Gonzagão

O governador de São Paulo, José Serra, falou hoje no “Programa do Bocão”, da Rádio Sociedade da Bahia, sobre diversos assuntos, entre eles a homenagem que o seu estado presta ao cantor Luiz Gonzaga de hoje (17) até o próximo domingo (19).

José Serra explicou que a homenagem é justa e vem em bom momento por considerar “que se trata de um dos nossos maiores artistas populares, se não o maior”. Serra argumentou ainda o fato de São Paulo contar com uma legião de nordestinos e de baianos, todos admiradores da obra do artista. “Aqui em São Paulo existem muitos nordestinos, e baianos principalmente”, disse o presidenciável, por telefone.   

O governador paulista explicou também as contratações que foram feitas para abrilhantar o evento, na sua grande maioria de artistas nordestinos, que, inclusive, trabalharam ao lado de Luiz Gonzaga.  Ao todo são 35 atrações culturais, que se revezarão no palco durante três dias. Por lá, deverão aparecer muitos nordestinos e, especialmente, do interior baiano.

Embora seja pré-candidato à Presidência da República em 2010, Serra não quis falar sobre o assunto, alegando que está muito preocupado com a sua administração em São Paulo. Ele também não quis comentar sobre a crise do Senado, que envolve o seu presidente José Sarney, que tem recebido o apoio do PT e do presidente Lula.

O tucano informou que virá à Bahia no próximo dia 8 de agosto, quando celebrará um convênio de Relações Tributárias com o governo do Estado. O Instituo Miguel Calmon (IMC) também está acertando a vinda de Serra à Bahia para uma palestra na Associação Comercial, a ser definida entre os dias 27 ou 28 de agosto, ou 2 de setembro.

As homenagens ao Rei do Baião

 

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo realiza entre os dias 17 e 19 de julho uma Homenagem a Luiz Gonzaga, no Vale do Anhangabaú, no centro da capital, com mais de 35 atrações culturais, durante os três dias de celebração.

De acordo com informações da pasta, o objetivo do evento é valorizar e reforçar as tradições nordestinas no Estado por meio do artista, considerado um dos maiores compositores da música popular brasileira.

Serão três dias de apresentações com artistas da cultura nordestina como Elba Ramalho, Alceu Valença, Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Antonio Nóbrega, Trio Virgulino e outros. O público poderá ainda assistir as bandas Cordel do Fogo Encantado, Carlinhos Antunes e Quinteto Mundano, Nicolas Krassik e Cordestinos.

Os clássicos do frevo, da música popular e de grandes compositores serão interpretados pela Orquestra Popular do Recife, sob a regência do maestro Ademir Araújo. Mais informações no site da secretaria.

Por Evandro Matos

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: