História

História – 2 anos da morte de ACM

Nesta segunda-feira, dia 20, a Bahia se lembra do senador Antonio Carlos Magalhães, quando são completados dois anos de sua morte, que aconteceu no dia 20 de julho de 2007.

Na ocasião, o polêmico líder político será homenageado pela família e por seus admiradores, numa cerimônia religiosa que vai apresentar ao povo baiano o novo mausoléu onde está enterrado os restos mortais de ACM, no cemitério Campo Santo.

A benção ao mausoléu vai acontecer às 9h desta segunda-feira. O deputado federal ACM Neto (Democratas) estará presente e vai discursar, agradecendo o carinho dos baianos. “É uma data para homenagear o senador e também fazer uma reflexão. ACM colocou a Bahia no mapa do desenvolvimento do Brasil, quando o estado assumiu o protagonismo na região nordeste. Hoje, o que vemos é o estado perder investimentos, ser tomado de assalto pela violência, ter a pior educação do Brasil e perder investimentos até para Sergipe”, declarou o parlamentar.

ACM Neto lembrou ainda que o senador era amado por muitos e tinha desafetos. “Mas, entre os que o amavam e os seus desafetos, uma coisa era unanimidade: a razão de viver de ACM era a Bahia, e sua luta incansável em defesa dos baianos resultou em conquistas e o transformaram no maior político do estado nos últimos 50 anos”, pontuou.

 “Hoje, o que vemos é o governo tentar acabar, por incompetência ou má-fé, marcas deixadas por ACM. Uma delas é o Centro Histórico de Salvador, entregue aos bandidos, à sujeira e à escuridão. O Centro Histórico que foi restaurado no terceiro governo de ACM e que hoje o governo quer destruir”, exemplificou.

ACM Neto lembra momentos importantes da vida política do seu polêmico avô. “Quem não se lembra que ACM ameaçou romper com o então presidente Fernando Henrique Cardoso caso o governo federal não ajudasse que a Ford fosse instalada na Bahia, como de fato aconteceu?”, lembrou. “Hoje, o que vemos é um governador aliado do presidente da República e que deixa o estado perder investimentos para Pernambuco. Um governador que deveria seguir os bons exemplos de ACM, que deveria, pelo menos, amar mais a Bahia”, completou ACM Neto.

Da Assessoria de ACM Neto (com adaptação)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: