Meio Ambiente

Especial – Eclipse solar escurece a Ásia

O sol ficou completamente encoberto pela Lua na manhã desta quarta-feira, 22, em vários países da Ásia, durante o tempo que durou o eclipse solar mais longo deste século. No Brasil, o noticiário sobre o eclipse também atraiu a atenção da população.

Após percorrer parte da Índia, Nepal, Bangladesh, Butão, Mianmar e China, o eclipse continuou sendo observado rumo ao leste do planeta, até alcançar um ponto do Oceano Pacífico, a 100 quilômetros das ilhas Bonin, ao sul do Japão, onde vai durou seis minutos e 39 segundos.

A ilha chinesa de Yangshan viveu cinco minutos e 56 segundos de escuridão total nesta manhã. O local foi um dos pontos de maior duração do fenômeno. Entre as 9h38 e 9h43, horários locais (entre 23h38 e 23h43 de terça-feira em Brasília), o eclipse foi visto por centenas de observadores de 25 países reunidos na ilha, que fica a 130 quilômetros a leste de Xangai.

Apesar de as condições meteorológicas previstas não garantirem uma boa visualização do fenômeno, durante esses quase seis minutos, astrônomos amadores e funcionários do porto de águas profundas de Yangshan contemplaram e fotografaram a silhueta da lua encobrindo a luz do sol.

 O eclipse permitiu que essas pessoas apreciassem a visão da chamada coroa solar, um anel de luz branca que se estende por cerca de um milhão de quilômetros acima da superfície do sol.  A luz natural foi sendo recuperada aos poucos e por volta das 11h a sombra lunar já estava completamente dissipada na maior parte da China.

Fonte: Estadão

To Top
%d blogueiros gostam disto: