Economia

Desenbahia oferece crédito com juros baixos

A Agência de Fomento do Estado da Bahia – Desenbahia, já está habilitada a oferecer financiamento com forte redução de juros para bens de capital como máquinas e equipamentos.

Para a aquisição de máquinas e equipamentos, o custo das linhas de crédito do BNDES – como Finame e Finame Agrícola – cai de 10,25% para 4,5% ao ano. No caso de ônibus e caminhões, a taxa é de 7% ao ano. A iniciativa representa um grande estímulo à realização de investimentos na Bahia. As condições são válidas somente até dezembro deste ano.

“De forma exclusiva, a Desenbahia poderá realizar um mix de linhas de financiamento. Muitos investimentos que chegam aqui não são para comprar apenas uma máquina. Os empresários querem construir um galpão, ampliar área e adquirir novos equipamentos. Desta maneira, nosso diferencial será oferecer as linha de crédito Prodese e Finame, conjuntamente”, explicou o gerente de Médios Negócios, Fábio Moncorvo.

Moncorvo disse que tem como expectativa captar mais de R$ 50 milhões em solicitações até o final deste ano. Nessas novas condições, o setor de saúde e a indústria em geral deverão ser os geradores de maior demanda.

Objetivos das linhas

Finame: financiar a produção e a comercialização de máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional, credenciados no BNDES. Itens financiáveis: ônibus, chassis e carrocerias para ônibus, caminhões, caminhões-tratores, carretas, cavalos-mecânicos, reboques, semi-reboques, chassis e carrocerias para caminhões, aí incluídos semi-reboques tipo dolly e afins, carros-fortes e equipamentos especiais adaptáveis a chassis, tais como plataformas, guindastes, betoneiras, compactadores de lixo e tanques, novos, devidamente registrados no órgão de trânsito competente.

Demais máquinas e equipamentos novos, inclusive agrícolas, aí incluídos conjuntos e sistemas industriais, máquinas-ferramenta, embarcações, aeronaves, vagões e locomotivas ferroviárias e metroviárias, tratores, colheitadeiras, implementos agrícolas e máquinas rodoviárias e equipamentos para pavimentação; e capital de giro associado à aquisição isolada de máquinas e equipamentos nacionais novos, em operações realizadas com micro, pequenas e médias empresas.

Prodese: linha voltada à implantação de empresas e à ampliação, reforma, modernização, manutenção, relocalização e diversificação da produção das já existentes nas áreas da indústria, comércio e serviços. Itens financiáveis: construção civil; reforma; móveis e utensílios; aquisição de máquinas e equipamentos novos, nacionais ou importados, inclusive de informática; aquisição de softwares; instalações e montagens; aquisição de veículos utilitários; capital de giro associado ao investimento financiado, limitado a 30% do financiamento.

To Top
%d blogueiros gostam disto: