Meio Ambiente

Municípios do oeste discutem o lixo

Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (SEDUR) produz ofina para discutir tratamento adequado para o lixo na região oeste do estado.

Representantes dos municípios de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Cotegipe, Formosa do Rio Preto, São Desidério e Angical participaram, ontem, 21, de uma oficina sobre o Estudo de Regionalização da Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do Estado da Bahia, promovida pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano – SEDUR.

O resíduo sólido é o conjunto de todo material descartado pelo ser humano em suas atividades, sejam elas domésticas ou comerciais. O lixo ou resíduo sólido é um dos maiores problemas da sociedade moderna. Na região oeste não é diferente, as cidades não possuem coleta seletiva ou um aterro que trate os resíduos de maneira correta. Segundo Sandra Teixeira, engenheira sanitarista da SEDUR, o objetivo da oficina é promover a mobilização dos municípios para uma política eficaz de tratamento dos resíduos sólidos. “Mais de 80% dos municípios baianos não cuidam do lixo da maneira correta, nosso objetivo é divulgar o estudo para a regionalização de resíduos sólidos, já que o custo de um aterro sanitário é alto”, concluiu.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras, João Bosco da Silva, a oficina é de suma importância para a orientação dos gestores municipais sobre o gerenciamento do lixo. “O tratamento do lixo é essencial para a preservação ambiental, em Barreiras, umas das principais medidas a serem tomadas é a construção de um aterro sanitário, além de parcerias com os catadores de lixo”, informou.

O estado da Bahia foi dividido em 26 territórios para a aplicação das oficinas, dez territórios já receberam a visita da equipe do SEDUR. A partir daí será elaborado um estudo contendo informações sobre resíduos sólidos produzidos em todo o estado da Bahia.

Por Yonara Alves

To Top
%d blogueiros gostam disto: