Cultura

Amélio Amorim pode ser doado a Uefs

Uefs discute com a Funceb a doação do Amélio Amorim . O assunto foi tratado na última quinta-feira (30).

Até o final da próxima semana, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) deverá se posicionar sobre a doação do Centro de Cultura Amélio Amorim para a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). O assunto foi tratado na  última quinta-feira (30) entre o reitor José Carlos Barreto e o secretário de Cultura Márcio Meirelles, em reunião que contou com a participação e foi intermediada pelo deputado estadual Zé Neto.

O reitor José Carlos Barreto de Santana reiterou para a Funceb que a Uefs não mais concorda com a cessão de uso em função das dificuldades operacionais. Até a concretização de acordo e mesmo vencida a cessão de uso em 16 de julho de 2009, a Uefs, garante José Carlos Barreto, manterá o Amélio Amorim cumprindo com as finalidades de realização e apoio a atividades culturais e artísticas.

A possibilidade de doação já é discutida há alguns dias. A Administração Central da Uefs enviou ofício, em 24 de julho de 2009, a Gisele Marchiori Nussbaumer, diretora geral da Funceb, no qual comunica que “aceita analisar a possibilidade da doação do Centro de Cultura Amélio Amorim, sem que da transferência conste qualquer condicionamento”.

Em 8 de julho, a Secretaria de Cultura da Bahia, através da chefe de Gabinete, Neuza Hafner Britto, afirmou em comunicado que “é interesse da Secretaria de Cultura concretizar a transferência, estando o respectivo processo em análise jurídica”.

Antes, em ofício encaminhado em 31 de março ao secretário Márcio Meirelles, o reitor José Carlos Barreto reiterou que “a comunidade feirense tem sistematicamente cobrado ação efetiva da Uefs, no sentido de preservar tão importante patrimônio, ação que a Universidade fica incapacitada de desenvolver dada a impossibilidade de aplicação de recursos em um equipamento que não integra o seu patrimônio”.

Ascom/Uefs.

To Top
%d blogueiros gostam disto: