Polícia

S. Estevão – “Recolher” reduz violência

O toque de recolher, decretado pelo juiz José de Souza Brandão Neto, reduziu os indices de violência infantil na cidade de Santo Estevâo. No mês de julho, houve redução de 56% de crimes envolvendo menores. Medida pode se estender a outros municipios localizados às margens da BR-116.

Segundo dados da polícia, Santo Estevão teve reduzida em 56% a violência infantil no mês de julho, primeiro mês em que medida do juiz José de Souza Brandão Neto determinando o toque de recolher para menores esteve em vigor sem interrupção. As informações levam em conta situações em que menores figuram como autores ou como vítimas de crimes.

A média de quase 20 infrações penais por mês nos primeiros seis meses do ano caiu para oito em julho. Em Ipecaetá e Antonio Cardoso, que integram a comarca, houve redução de 54% de crimes envolvendo menores. Cerca de 20 juízes na Bahia mostraram interesse em adotar a medida em suas comarcas.

Segundo o magistrado, o Secretario de Direitos Humanos Nelson Pelegrino assinou documento com 10 mil assinaturas de apoio à medida, que foi entregue por ele ao presidente da CPI da Pedofilia, senador Magno Malta, em 8 de julho.

Toque de Recolher pode se estender pela BR 116

 

O Juiz José de Souza Brandão Neto esteve em audiência esta semana na cidade de Santa Terezinha-BA, com os Juízes das cidades de Santa Terezinha-BA (Dr. Erico Rodrigues Vieira), de Castro Alves-BA (Dr. Gustavo Miranda Araújo), de Milagres (Dra Márcia Simões Costa), com a Promotora Karine Virginia Peixoto de Oliveira, de Santa Terezinha, e com os delegados José Antônio Teixeira e Alan Ricardo, da cidade de Rafael Jambeiro.

Eles participaram de uma reunião visando a estender o Toque de Proteger, conhecido na imprensa como Toque de Recolher, pela Br 116 (Rio-Bahia), haja vista o fato de haver grande índice de prostituição infantil no Povoado “Paraguaçu”, situado em Rafael Jambeiro-Ba, e também na cidade de Itatim-BA. 

 

To Top
%d blogueiros gostam disto: