Meio Ambiente

Valente – APAEB comemora 29 anos

A Associação de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira (APAEB), que vem contribuindo para o desenvolvimento da região do sisal, completa 29 anos.

Do encontro de um movimento de contestação com um movimento de organização, aconteceu em 02 de julho de 1980, a fundação oficial da Associação de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira (APAEB), uma associação sem fins lucrativos, que tem como missão promover o desenvolvimento social e econômico sustentável e solidário, visando a melhoria da qualidade de vida da população da região sisaleira.

A APAEB foi criada após uma mobilização ocorrida no final da década de 70, quando os agricultores do semi-árido fizeram uma grande manifestação viajando até Salvador para pedir o fim do imposto que pagavam ao vender nas feiras livres o produto excedente da sua agricultura.

Essa história foi relembrada pelo presidente da associação, Nelilton Ezequias, em versos citados, durante a assembléia de sócios realizada no dia 31 de julho na Casa da Cultura/Casa Brasil, Valente – BA.

O evento contou com a participação de centenas de pessoas entre diretores da APAEB, associados, colaboradores, parceiros e lideranças da região sisaleira. Também marcaram presença o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti), Ildes Ferreira, o assessor da Secti, Jerônimo Rodrigues, o Presidente do Sindifibras, Wilson Andrade, o Chefe do Escritório Regional da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR, Domingos Magalhães, entre outros.

Em 2008, mais de 8 milhões de reais foram injetados na economia local com a compra do sisal, do leite caprino, pagamento de salários e outros serviços.

“O município de Valente e região ainda tem muitos problemas, mas se não fosse a APAEB, a situação seria mais difícil. Por isso abraçamos a todos que fazem esse trabalho, pois é uma referência no Brasil inteiro e no exterior. O governo da Bahia apóia a APAEB, porque é um modelo para ser reproduzido em outros lugares”, elogiou o secretario da Secti, Ildes Ferreira.

Ildes aproveitou a oportunidade para socializar com os produtores e as pessoas presentes no evento as pesquisas que estão sendo feitas para aproveitar melhor o sisal, como o aproveitamento do seu resíduo para ração animal, a produção de compósitos para a indústria automobilística e para outros usos.

Ele citou ainda o aproveitamento do suco do sisal conhecido para produção de bioinseticida, através de parceria com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – FAO,  produção de briquetes para combustíveis que possam ser utilizados em padarias e caldeiras, e por fim a máquina desfibradora Faustino 5 que vai substituir a Paraibana e que evita 100% a mutilação, diminui o uso de combustível e o esforço físico.

Sócios falam da APAEB

“A APAEB trouxe muito desenvolvimento para a região, e um exemplo disso é a indústria, que gerou bastante emprego para a população”, disse Antonio Mariano de Oliveira.

“Nunca tive nada de mal para falar sobre a APAEB, só tenho a agradecer pela oportunidade que me deu de conhecer novas experiências, ao participar de eventos, viagens e da assistência técnica”, afirmou Dermival Trabuco.

Fonte: APAEB

To Top
%d blogueiros gostam disto: