Economia

Enrique Iglesias visita Alagoinhas

Atual secretário-geral ibero-americano visita Alagoinhas com o objetivo de discutir projetos sócio-culturais.

O ex-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e atual secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias, visita Alagoinhas nesta quarta-feira, 19, às 15h30, a convite do prefeito Paulo Cezar para manter contato com representantes de instituições culturais, de iniciativas sociais e de pesquisas econômicas da cidade.

O contato inicial foi feito pela secretária de Gerência de Projetos, Sonia Fontes, em Brasília, já que uma antiga amizade une os dois, desde a época em que ela dirigiu a Conder. Sônia falou de Alagoinhas e da possibilidade de a secretaria auxiliar projetos culturais e sociais, como a revitalização das ruínas, igreja inacabada, cartão postal do município. Fez o convite em nome do prefeito, que a elogiou pela iniciativa.

A secretaria, presidida por Iglesias, foi criada por 21 países ibero-americanos para articular ações de cooperação, nos âmbitos de ação social, inclusão social e cultura. Julio Iglesias será recepcionado nas ruínas (igreja inacabada), às 15h30, seguindo logo após para o restaurante Engenho Velho para um bate papo com secretários e lideranças sociais e culturais de Alagoinhas.

Iracy Gama, da fundação que leva seu nome, mostrará as possibilidades de utilização da igreja inacabada, como a implantação de um parque histórico cultural e ambiental e/ou o Museu do Homem Livre.

Enrique Iglesias é espanhol da região de Astúrias, naturalizado uruguaio, e por quase 18 anos – de 1988 a 2005 – foi presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington. Ministro de Relações Exteriores do Uruguai, de 1985 a 1988, ele é formado em economia e administração pela Universidade do Uruguai. Especializou-se nos Estados Unidos e na França.

Em 1982, ganhou o prêmio Príncipe de Astúrias de cooperação internacional por sua condição de professor universitário, funcionário internacional e excepcional condutor da cooperação entre os povos ibero-americanos e a comunidade internacional. Após deixar o BID, assumiu a Secretaria Geral Ibero-Americana, com sede em Madri, na Espanha, que proporciona assistência técnica e coordena as conferências anuais e de cúpula ibero-americanas.

Como presidente do BID, liderou uma série de inovações no banco, tais como o oferecimento de linhas de financiamento direto a empresas privadas sem a necessidade de garantias governamentais e a atuação em áreas nada convencionais para um banco, como o apoio à modernização do Estado, a promoção da transparência na gestão pública e a redução da violência e do crime. Estas e outras iniciativas lhe valeram o epíteto de inovador.

stas e outras iniciativas lhe valeram o epíteto de inovador.

To Top
%d blogueiros gostam disto: