Meio Ambiente

Candeias – Peixes aparecem mortos no rio São Paulinho

Milhares de peixes de pelo menos 20 espécies apareceram mortos ao longo do Rio São Paulinho, nas proximidades da comunidade de Passé, no município de Candeias. As imagens foram mostradas neste sábado pelas TVs da Bahia.

Pescadores locais afirmam que a mortandade teve início por volta das 9 horas da manhã de sexta-feira, em uma região próxima a dois canos de despejo de resíduos das empresas Dow Química e Proquigel. Técnicos do Instituto do Meio Ambiente estiveram no local na sexta-feira e colheram material em seis espécies de peixes para investigar a causa do incidente.

“Só em um dia retiramos um caminhão cheio. Foram mais de 10 mil quilos de peixe morto”, afirmou o pescador Rosildo de Santana, membro da comissão de pescadores e marisqueiros de Passé, uma comunidade de pouco mais de 6 mil habitantes, que vive em sua maioria da pesca.

Segundo Rosildo, a mortandade deve ser ainda maior. “Isso sem falar nas larvas de peixes que a gente não vê, mas são muito numerosas”, disse ele, lembrando que o local atingido é viveiro de diversas espécies, que sobem o rio para desovar.

Vazamento

 

Carapebas, vermelhos, peixes voadores, baiacus, tainhas, cabeçudos, linguados, bom nomes, e outras tantas espécies se estendiam pelas águas e margens do mangue. Uma arraia de mais de 20, prenha, foi encontrada morta pelos moradores.

O incidente acontece na região quatro meses depois que um derramamento de óleo deixou centenas de pescadores sem trabalho nem fonte de sustento. Naquela ocasião, houve redução de cerca de 70% da pesca, segundo Zé do Tonel. “Com isso agora, a gente pode chegar de 90 a 100%. Não sabemos a quem recorrer”, disse.

O Instituto do Meio Ambiente (IMA) informou, por meio de sua assessoria, que recebeu a denúncia às 14 horas de sexta-feira e enviou dois técnicos ao local, que colheram amostras de água e peixes para análise laboratorial no Senai/SETN. De antemão, a empresa descartou o derramamento de óleo como causa do incidente.

To Top
%d blogueiros gostam disto: