Economia

Biocombustíveis podem gerar renda na Bahia

Territórios Agreste de Alagoinhas, Baixo Sul, Chapada Diamantina, Irecê, Sertão Produtivo, Portal do Sertão e Velho Chico podem ser beneficiados com novas políticas para o setor.

Emprego e renda para cerca de 160 mil famílias de agricultores baianos. Esta é uma das transformações sociais que a cadeia do biodiesel pode trazer para a Bahia nos próximos anos. A informação é fruto de uma pesquisa preliminar da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que foi apresentada ontem (25), na Secretaria do Planejamento (Seplan), pelo pesquisador Peter Poschen.

Com o objetivo de identificar a potencialidade da inserção da agricultura familiar baiana na política de biocombustíveis, o estudo buscou identificar os processos produtivos, as potencialidades das oleaginosas para a produção do óleo, bem como o nível de organização da agricultura familiar no Estado.

De acordo com a professora da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Gilca Oliveira, e a consultora independente, Lia Sant’Ana, que auxiliaram no levantamento de dados da OIT, a pesquisa focou nos pólos ligados ao biodiesel, que na Bahia são os Territórios Agreste de Alagoinhas, Baixo Sul, Chapada Diamantina, Irecê, Sertão Produtivo, Portal do Sertão e Velho Chico.

Na avaliação do pesquisador da OIT, Peter Poschen, além do investimento em infraestrutura e logística e, sobretudo, em ações articuladas de acesso ao crédito, assistência técnica e estímulo ao cooperativismo, governo deve ampliar e qualificar a quantidade de informação levada aos agricultores. “Identificamos que a falta de informação é um dos fatores preponderantes para que as famílias não ingressem na cadeia produtiva do biodiesel”, ressalta.

A conclusão do relatório final está prevista para o final de 2010, cujo conteúdo trará análises sobre a viabilidade econômica, os impactos sociais e ambientais e um refinamento do potencial de geração de emprego e renda para a agricultura familiar.

To Top
%d blogueiros gostam disto: