Polícia

Operação contra venda de gás clandestino

O promotor de Justiça do Consumidor, Luciano Pita, está à frente da operação e conta com a participação das polícias Militar e Civil, da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e da Prefeitura Municipal.

Segundo o promotor de Justiça, preocupa a venda clandestina de GLP em açougues, lojas de confecção, padaria e até embaixo de uma passarela de pedestres, pondo em risco as pessoas, sem que uma fiscalização mais efetiva se verifique.

Em 2007, Luciano Pita realizou operação semelhante, oportunidade em que foram apreendidos inúmeros botijões de gás e presos alguns comerciantes. Mas os crimes contra a relação de consumo têm persistido apesar de o representante do Ministério Público estadual estar realizando reuniões de conscientização e expedindo recomendações para que a fiscalização se dê de forma mais eficaz.

Com informações do MP

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas