Interior da Bahia

Saúde

Ataques dos bandidos continuam em Salvador

Os bandidos continuam a aterrorizar Salvador. Agora à noite, a Centel confirmou a destruição de mais um ônibus em Salvador. O crime aconteceu no início da tarde, quando dois criminosos incendiaram um veículo da empresa Litoral Norte, no bairro Federação.

Aproximadamente 28 passageiros estavam no ônibus, que fazia a linha Federação-Nazaré. Ninguém ficou ferido. O motorista garantiu que os homens estavam armados. Há suspeitas de investidas dos marginais ao módulo ao lado do Campo Santo. Agora, são seis ônibus queimados em menos de 24 horas em Salvador.

Desde o dia 7 que um clima de terror assusta a população de Salvador. Durante a manhã desta segunda, dois ônibus foram incendiados na capital baiana, em Águas Claras e Ilha de São João, subúrbio ferroviário. 

De acordo com o Secretário de Segurança Pública, César Nunes, durante entrevista coletiva pela manhã, o ataque no bairro de Águas Claras em que quatro homens em um carro incendiaram um ônibus não tem correlação com as ações supostamente praticadas por bandidos em represália à transferência do traficante Cláudio Campanha para um presídio de segurança máxima em Mato Grosso do Sul.

Ainda segundo Nunes, três suspeitos dos ataques foram presos. Um deles, cuja identidade não foi revelada, foi pego em flagrante quando tentava incendiar um módulo policial em Cajazeiras. Outros três suspeitos foram mortos ontem (7) em confronto com a polícia após terem atirado contra uma viatura da polícia militar na Paralela.

O Secretário disse ainda que já identificaram os possíveis suspeitos que participaram dos ataques, dando ordens de dentro do presídio, e que eles também podem ser transferidos para presídios de segurança máxima fora do estado, assim como Campanha.

Nunes disse ainda que os módulos policiais continuarão fechados até quando for preciso e que em substituição às unidades, as rondas nos bairros serão intensificadas.

Ataques no feriado

No dia 7 de setembro, feriado da Independência, quatro ônibus foram atacados em Alto do Cabrito, Trobogy, Alto de Coutos e Fazenda Coutos. Módulos do Uruguai, Ribeira, Estação Pirajá e Mussurunga foram metralhados por três carros com cerca de 12 homens na madrugada de ontem (7). Uma viatura da PM que seguia em direção ao desfile de Sete de Setembro, também foi atingida por diversos disparos na Paralela. Bandidos teriam tentado ainda parar a viatura atirando ‘coquetéis molotov.

Houve perseguição e os policiais conseguiram alcançar o carro onde estavam os três homens, na Avenida ACM, que foram baleados e levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas já chegaram sem sinais vitais.

Os três policiais militares que foram baleados durante ações de bandidos não correm risco de morte. O sargento Flaviano Caetano Boa Morte, que estava no módulo policial do bairro do Uruguai quando foi baleado, deu entrada no Hospital Geral do Estado e foi transferido para a unidade semi-intensiva do Hospital Espanhol. Ele foi atingido no braço e no tórax.

Já os soldados Uelinton Barbosa dos Santos e Israel Conrado de Araújo, baleados enquanto estavam no módulo da Estação Pirajá, foram socorridos para o Hospital Roberto Santos. Uelinton Barbosa também foi transferido ontem para a unidade semi-intensiva do Hospital Espanhol. Israel Conrado passou por uma cirurgia vascular para recompor as veias da perna e continua internado no Roberto Santos, aguardando transferência para o Hospital Espanhol.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas