Educação

Estudantes protestam contra o cancelamento das provas do ENEM

Vazamento revolta estudantes de todo o Brasil. Polícia Federal inicia as investigações para descobrir a origem do vazamento.

A primeira hipótese a ser investigada pela Polícia Federal (PF), com base nos elementos preliminares levantados pelo MEC, é a de que o vazamento tenha ocorrido entre a etapa de impressão das provas, na gráfica Plural, em São Paulo, e a da distribuição dos kits por todo o País. A PF não descarta nenhuma pista e vai começar a investigação pelo rastreamento de cada etapa do Enem, desde a confecção das provas, o que inclui tomar depoimento de servidores em Brasília ligados ao programa, até a distribuição dos exames, aplicados em mais de 10 mil pontos de 1.828 municípios.

Protestos no Rio

Estudantes de cursos pré-vestibulares fizeram manifestação, no Centro do Rio, para protestar contra o que chamaram de desorganização do Ministério da Educação. Eles reclamavam principalmente da fragilidade do sistema de segurança da instituição, o que resultou no vazamento da prova do Enem. Um grupo de 150 alunos se concentrou nas escadarias da Câmara Municipal, na Cinelândia, e seguiu até a sede do Ministério.

Em Recife

Com apitos e nariz de palhaço, cerca de 300 vestibulandos de cursinhos e colégios particulares do Recife demonstraram sua indignação diante do vazamento do conteúdo das provas do Enem e seu consequente cancelamento, em um protesto na praia de Boa Viagem, zona sul da cidade. 

Durante duas horas, no início da tarde, eles fizeram um trajeto de cerca de duzentos quilômetros, entre as ruas Antonio Falcão e Félix de Brito, indo e voltando, pelo calçadão da praia de Boa Viagem, e gritando slogans a exemplo de “Au, au, au, vexame nacional”. Quando os semáforos fechavam, nas esquinas destas ruas, eles tomavam conta da pista com cartazes que diziam “Enem aí”, “Enem é palhaçada”, “Nós somos cobaias”, “Enem é prova de incompetência”, “Estudante é palhaço”.

Os mais de 4 milhões de candidatos que fariam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste final de semana não precisarão fazer nova inscrição para participar das provas que serão remarcadas.

Com informações do Estado de São Paulo e do G1.

To Top
%d blogueiros gostam disto: