Cultura

Vitória da Conquista – Mostra de Cinema começa hoje

Muitos filmes serão exibidos até o próximo domingo (11), com destaque para várias produções baianas, além das nacionais e até internacionais.

Desde 2004, a Mostra Cinema Conquista se tornou ponto de encontro oficial para sanar a ausência de filmes que estão fora do circuito comercial e presentear o público com a exibição gratuita de uma série de produções audiovisuais recentes e de qualidade. Este ano, serão 17 longas-metragens, 28 curtas-metragens e 11 vídeos baianos, num total de 56 produções.

Curtas e vídeos

Seguindo a produção audiovisual, a realização de curtas-metragens e de vídeos tem servido de estímulo para o surgimento de novos diretores. A Mostra Cinema Conquista é um espaço de incentivo a estas projeções, com exibição de 39 produções confirmadas, entre vídeos baianos e curtas. Entre eles, marcam presença os premiados “Blackout”, de Daniel Rezende, “Café com Leite”, de Daniel Ribeiro, “Lençóis”, do videoartista e fotógrafo soteropolitano Claude Santos, e “O Artesão de Sonhos”, de Petrus Pires, vídeo que trata sobre seu pai, o cineasta Roberto Pires, considerado o pai do cinema baiano.

Homenagem

Como parte da programação oficial, a homenagem ao cineasta, roteirista e escritor baiano, Orlando Senna, está confirmada na Mostra com a exibição de alguns de seus trabalhos, como o filme “Diamante Bruto”, que ele dirigiu em Lençóis, região onde nasceu, e o curta-metragem “Cinema Novo”, sobre o movimento revolucionário do qual foi um dos mentores.

A esposa de Orlando, Conceição Senna, também estará presente para apresentar seu documentário “Brilhante”, filme que trata do processo de transformação da cidade de Lençóis, depois que serviu de locação para as filmagens de “Diamante Bruto”.

Brasil em tela

Desde as primeiras edições, a Mostra caminha num sentido de valorizar a produção do cinema nacional e traz, para este ano, longas-metragens de ficção, como “A Festa da Menina Morta”, o polêmico primeiro filme dirigido pelo ator Matheus Nachtergaele, e documentários como “Anabazys”, do casal Paloma Rocha e Joel Pizzini, filha e genro, respectivamente, do ícone do Cinema Novo, Glauber Rocha.

Cenas do mundo

Os filmes de língua estrangeira também têm espaço garantido no evento e refletem olhares sobre as cenas do mundo. Alemanha e França, por exemplo, que têm longa tradição cinematográfica, marcam presença com, respectivamente, o político “A Onda”, de Dennis Gansel, e “Horas de Verão”, dirigido por Olivier Assayas.

Os filmes serão exibidos no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, com sessões às 14, 16 e 20 horas; e nos bairros Ibirapuera, Jurema, Guarani, Alto Maron e Vila Serrana II, através dos projetos Cine-Tenda e Cine-Cidadão Itinerante, com sessões sempre às 19 horas.

Mais informações: www.mostracinemaconquista.com.br

To Top
%d blogueiros gostam disto: