Polícia

Trabalhador rural é assassinado com tiro de espingarda em Itamaraju

Crime teria sido cometido por um amigo da vítima. Eles estavam em companhia de outro amigo durante o domingo, mas, no início da noite, quando chegavam à casa do pai do homicida, "Pezão" foi assassinado.

Foi assassinado no último domingo (11) o trabalhar rural Eleilton dos Santos, o “Pezão”, morto por um tiro de espingarda na Fazenda Beija-Flor, em Itamaraju. O crime teria sido cometido por um amigo, segundo as primeiras informações da polícia.

Moradores da vizinhança disseram que “Pezão” teria passado todo o domingo em companhia dos seus amigos, Aldair Gomes de Oliveira e Genivaldo Américo dos Santos, quando por volta das 19h00 os três chegaram na casa do senhor Antonio Gomes de Oliveira, pai de Aldair, e entraram pelos fundos do imóvel. Foi quando de repente Aldair pegou uma espingarda que estava num dos cômodos da casa e atirou certeiramente à queima roupa em Pezão. Os vários caroços de chumbos atingiram o pescoço e o peito da vítima.

Os motivos do homicídio ainda são desconhecidos e o acusado de cometer o crime, Aldair Gomes de Oliveira, desapareceu da região. O pai do homicida disse que assim que o filho desferiu o tiro em Pezão, o mesmo evadiu-se do local sem deixar pistas. Até mesmo a identificação precisa da vítima ainda não foi realizada, já que em seu poder não foi encontrado nenhum documento.

Populares disseram que Eleilton dos Santos, o “Pezão”, seria filho adotivo de uma mulher residente num assentamento de reforma agrária localizado em outra parte do município de Itamaraju.

O delegado Gean Nascimento, titular da Polícia Civil de Itamaraju, já determinou a instauração de um inquérito policial para investigar as motivações do crime. Nesta terça-feira (13) a prisão do acusado Aldair Gomes de Oliveira, que encontra-se foragido, será pedida à justiça.

Com informações do Teixeira News

To Top
%d blogueiros gostam disto: