Interior da Bahia

Esporte

Com sorte e competência, Button é campeão da Fórmula 1

Neste domingo (18), ajudado por uma série de incidentes no começo da prova e com um estilo bastante agressivo na pista, o inglês da Brawn GP Jenson Button sagrou-se campeão mundial de Fórmula-1 no GP do Brasil, em Interlagos.

Button foi o quinto colocado na prova, três posições à frente de seu principal oponente, Barrichello, que sofreu ainda com um pneu furado no final da disputa – o brasileiro precisava somar, no mínimo, cinco pontos a mais que o companheiro de equipe para levar a decisão para Abu Dhabi, daqui a duas semanas. Nos Emirados Árabes, o campeão chegará com 89 pontos, contra 72 do piloto verde-amarelo e 74 de Sebastian Vettel.

É a quinta vez consecutiva que a taça é definida em São Paulo: em 2005 e 2006 Fernando Alonso consagrou-se aqui, enquanto em 2007 foi a vez de Kimi Raikkonen triunfar. No ano passado, as honras ficaram por conta de Lewis Hamilton.

Sem a tão falada chuva, a corrida foi vencida por Mark Webber, da Red Bull, que assumiu a ponta logo após a primeira rodada de pit stops. Seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, que também lutava pelo título, foi o quarto colocado e agora luta pelo vice contra Barrichello. Robert Kubica ficou com a segunda colocação neste domingo, seguido por Hamilton.

Para piorar a situação de Rubinho, ele segue em jejum de vitórias no GP do Brasil, prova que disputa desde 1993. A melhor colocação de sua carreira em Interlagos foi a terceira posição em 2004, ano em que coincidentemente também largou na pole.

Com a segunda rodada de paradas, Button ficou em sétimo, com Rubinho em terceiro, situação limite para o inglês triunfar. Se fosse ultrapassado ou o brasileiro ultrapassasse alguém, a decisão da taça seria adiada. Mas então Heikki Kovalainen fez sua terceira parada e Jenson nem precisou trabalhar muito para alcançar a sexta posição, ganhando tranquilidade.

Para ajudar, Lewis Hamilton fez um favor ao compatriota ao superar Rubens Barrichello a nove voltas do fim. Mas nem precisava: com um pneu furado, Rubinho entrou nos boxes de novo, definindo assim a temporada 2009 da Fórmula-1.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas