Economia

Fábrica de titânio em Camaçari pode ser fechada

A fábrica de titânio Cristal Company, localizada no município de Camaçari, a 42Km de Salvador, pode ser fechada em breve, devido à denúncia dos moradores do distrito de Areias sobre a poluição do local, causada pela fábrica.

Os moradores alegam problemas de saúde devido à localização da empresa, que despeja os resíduos de sua produção sem tratamento adequado no meio ambiente, o que causa doenças.

O responsável pelo caso é o Promotor Público de Justiça, Meio Ambiente, Cidadania e Consumidor de Camaçari, Luciano Pitta, que garantiu que está averiguando a denúncia dos moradores e a situação da fábrica.

Pitta garantiu que estão sendo feitas audiências públicas para ouvir as duas partes, com uma sessão agendada para a próxima quarta-feira (28), que terá a presença de representantes do Ministério Público, dos órgãos ambientais envolvidos e das associações de moradores locais.

O promotor declarou ainda que, devido à orla de Camaçari estar em foco para os investimentos e empreendimentos imobiliários, a mudança da Cristal para o Pólo Industrial Camaçari seria uma boa saída, já que o Pólo possui a Cetrel, que trata e encaminha os resíduos das indústrias localizadas no complexo. Se for feita a migração, a empresa poderá continuar em funcionamento, o que vai evitar desemprego e danos para os trabalhadores e para a economia local.

Fonte: Bahia econômica

To Top
%d blogueiros gostam disto: