Polícia

Dois milhões de armas já foram recadastradas no Brasil

A Campanha Nacional de Recadastramento de Armas tem intensificado o trabalho e busca conscientizar as pessoas sobre a importância da legalização de armas de fogo. De acordo com a lei 10.826 de 2003 ter arma em casa é um direito garantido pelo cidadão, mas para assegurar esse direito é necessário regularizá-la.

Mais de dois milhões de pessoas já regularizaram suas armas desde o início da campanha, em julho de 2009. O não recadastramento coloca os portadores de arma de fogo na ilegalidade. “Esse recadastramento dá direito ao registro, o porte de arma não é concedido, o estado dá essa concessão apenas para juízes, magistrados e policiais”, afirma Eduardo Denti, representante da campanha de recadastramento.

Segundo Denti, as pessoas que não fizerem o recadastramento estarão cometendo crime de posse ilegal de arma, cuja pena é de até três anos e pagamento de multa. “Até dezembro, o recadastramento pode ser feito sem necessidade de exames e testes”, explica. Eduardo Denti afirma que não é necessário levar a arma para o recadastramento. 

O recadastramento pode ser feito em uma loja de armas e munições, pela Internet ou em uma unidade da Polícia Federal com os seguintes documentos – cópia autenticada de CPF, RG, comprovante de residência e os dados da arma (número de série, marca, calibre, país de fabricação e número do registro). Para recadastrar pela internet, o portador de armas de fogo deve acessar o site: www.recadastramento.org.br.

Carol Seixas – Correspondente de Feira e Região

To Top
%d blogueiros gostam disto: