Esporte

Até que enfim… a Estrela volta a brilhar

Depois de dois meses de jejum e em noite de Marcelo e Ananias, principalmente, o Bahia finalmente conseguiu voltar a vencer fora de casa, fazendo brilhar a sua estrela. A vítima foi o Juventude, que, apesar de pressionar bastante, não conseguiu superar a "barreira" tricolor e teve que engolir um gude-preso em Caxias do Sul.

O resultado tirou o Bahia da zona de rebaixamento, após ultrapassar o América-RN, que tropeçou diante do Bragantino, em Bragança Paulista. Os outros times que estão na “briga” jogam sexta-feira e sábado, mas não podem alcançar o Tricolor nessa rodada.

A partida foi marcada por uma forte marcação. O Bahia entrou em campo com um esquema bem defensivo, com apenas um atacante, e conseguiu evitar uma pressão inicial do Juventude. Por conta disso, a partida seguiu pelos primeiros minutos sem chances claras de gol.

Nos últimos 15 minutos, o Tricolor cresceu em campo, principalmente porque passou a ficar mais tempo com a bola no pé. O time explorou bastante o lado esquerdo, com o ala Alex Maranhão, mas não conseguiu acertar no último passe. Dessa forma, o jogo foi para o intervalo sem gols.

Na segunda etapa, o Juventude voltou um pouco sonolento e acabou pagando caro por isso, aos quatro minutos. Em uma jogada de alta velocidade, Alex Maranhão disparou pelo lado esquerdo e cruzou para a área. Sem marcação, o atacante Jael chegou de trás e emendou de primeira no canto esquerdo do goleiro Juninho.

Com 1 x 0 o Bahia quase amplia depois, com uma bola na trave. No final do jogo, houve uma forte pressão do Juventude, mas o Bahia mostrou maturidade defensiva para segurar o resultado.

O resultado trouxe uma grande euforia à torcida, que já promete lotar o estádio contra o Fortaleza, adversário direto do tricolor no quesito rebaixamento. Caso perdesse ontem, a situação ficaria bastante complicada para a equipe baiana. O seu maior rival para fugir da degola passou a ser o América de Natal, que começou o jogo de ontem vencendo o Bragantino, mas depois cedeu a virada. Seria um sofrimento a cada rodada.

Agora, o torcedor, que não acreditava que o time iria conseguir escapar do rebaixamento para a Série C, voltou a sonhar forte, já que a equipe depende apenas de si. Em Salvador, os torcedores fizeram buzinaço após a vitória do Bahia sobre o Juventude ontem à noite.  

To Top
%d blogueiros gostam disto: