História

Corpo de Zilda Arns já está no Brasil

O corpo da médica Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, chegou a Brasília às 3h30 desta sexta-feira. Zilda morreu na terça-feira (12) durante o terremoto de 7 graus de magnitude que atingiu o Haiti.

O corpo de Zilda chegou em caixão parafusado, segundo seu sobrinho, o senador Flávio Arns (PSDB-PR), que também integrou a comitiva. Após ser desembarcado, ele seguiu para uma funerária de Brasília para ser preparado para o enterro. A previsão é que o corpo chegue a Curitiba às 10h, onde será realizado o velório.

Junto no avião também veio a irmã Rosangela Alto, que trabalhava com Zilda Arns na Pastoral da Criança. Muito abalada e com um ferimento na mão esquerda, ela relatou que estava a cinco metros de Arns quando houve o desabamento do prédio em que estavam. “Ela (Zilda) já saía do local quando ocorreu o terremoto. Foi por uma questão de minutos que ela não se salvou”, disse.

No mesmo voo, retornou ao Brasil o ministro Nelson Jobim (Defesa), que foi ao Haiti para verificar a situação do país. O velório de Zilda Arns será no Palácio das Araucárias, sede oficial do governo do Paraná, e será aberto ao público.

Flávio Arns informou nesta madrugada que o enterro será realizado no sábado, às 10h, no cemitério da Água Verde, em Curitiba, onde estão enterrados familiares da vítima. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), já confirmaram presença no velório.

Com informações do Blog da Folha

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas