História

40 mil romeiros lembram a morte de Padre Cícero em Juazeiro do Norte-CE

Cerca de 40 mil pessoas, de acordo com estimativa da Secretaria de Turismo e Romaria deste Município, participaram da missa dos 76 anos de morte do Padre Cícero, no pátio da Capela do Socorro.

A celebração também marcou a despedida da imagem de Nossa Senhora Aparecida de Juazeiro do Norte. Nesta terça-feira, a cidade completa 99 anos de emancipação política. A vinda da imagem, desde o último dia 17, faz parte da abertura do ano do centenário da cidade e marca o encontro dos dois grandes centros de romaria do Brasil, que são Aparecida e Juazeiro.

A imagem de Nossa Senhora Aparecida percorreu várias paróquias, iniciando pelo Santuário dos Franciscanos. Nesta quarta, pela manhã, saiu da Basílica de Nossa Senhora das Dores, às 5 horas, e permaneceu no palanque de frente para a multidão, até o fim da missa, presidida pelo bispo dom Fernando Panico, e concelebrada por padres de várias paróquias.

No final da celebração, permaneceu no altar da Capela do Socorro, saindo às 10 horas para a Paróquia do Menino Jesus de Praga, no Novo Juazeiro.

O reitor do santuário de Aparecida, Darci Nicioli, esteve presente na celebração e lembrou que o Padre Cícero fez crescer no coração do povo romeiro a devoção à Nossa Senhora. Para ele, não foi diferente, a imagem ter vindo para esta terra. Houve uma grande recepção, com muito amor e devoção. Ele afirma que foram momentos de bênçãos e de graças, iniciando este centenário, para que Juazeiro melhor se prepare para receber os romeiros do Padre Cícero.

O administrador da Basílica, padre Paulo Lemos, lembrou do Padre Cícero, que foi um grande devoto de Nossa Senhora das Dores, padroeira de Juazeiro e que incentivou oração do rosário. “Nós nos enriquecemos muito com essa simbologia, que é a padroeira do Brasil”, diz ele, ao ressaltar toda a preparação da cidade. 

Durante esses dias, foram realizados shows, procissões e acabou fortalecendo a romaria neste período de visitação, principalmente ao túmulo do Padre Cícero.

A missa do dia 20, em Juazeiro do Norte, é uma tradição desde a morte do sacerdote, e a cada ano tem se fortalecido. A presença maior na celebração é marcada pela população do Cariri, mas caravanas de vários estados também participam. 

Com informações de O Povo

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: