História

Seminário debate sobre legado de Anísio Teixeira e o Estatuto da Criança nesta quarta (12), no IAT

Nesta quarta-feira, dia 12 de julho, a partir as 8h30, o Instituto Anísio Teixeira (IAT) e o Ministério Público do Estado da Bahia promovem a segunda edição do Seminário de Educação em Direitos Humanos – Políticas Públicas Educacionais e Sociais. O evento é destinado a educadores, promotores de justiça, juízes, defensores públicos, pesquisadores, estudantes, gestores da educação básica e demais profissionais interessados na temática.

O evento, que terá a coordenação da professora Ana Elizabeth Gomes, contará com a participação e diversas autoridades, entre elas Desidério Bispo Melo (Diretor Geral do IAT), Ney Campelo (Superintendente da Secretária de Educação do Estado), Eduardo Rodrigues (Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil-OAB/ Secção Bahia), Márcia Guedes (Procuradora de Justiça, Coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Criança e do Adolescente-CAOCA), José Otávio Nogueira Guimarães (Historiador e professor adjunto do Departamento de História da Universidade de Brasília), entre outros.

Divido em dois dias, 12 e 13 de julho, o seminário busca levantar um debate acerca dos direitos humanos e do direito à educação, com pautas que passam pelos 117 anos de nascimento de Anísio Teixeira e, também, os 27 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O primeiro dia (12/07) será realizado no Instituto Anísio Teixeira, na Paralela, em Salvador. Já o segundo dia (13/07), será realizado na sede do MP/BA, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). As atividades serão transmitidas por videoconferência para as telessalas dos Núcleos Territoriais de Educação e podem ser assistidas pelo Portal da Educação, no endereço educadores.educacao.ba.gov.br

Além de apresentações culturais dos estudantes do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira (CEAAT), o primeiro dia da programação contará com a mesa redonda “Anísio Teixeira: memória e verdade”, e “A escola democrática e o direito a ter direitos” que abordarão aspectos históricos, seu legado, história e defesa da educação pública.

No segundo dia da programação, as temáticas serão sobre o “Estatuto da Criança e do Adolescente e a justiça restaurativa”, “A educação e as medidas socioeducativas: A importância das práticas restaurativas” e “As medidas socioeducativas em meio aberto e a socioeducação”.

Quem foi Anísio Teixeira
Patrono do IAT, Anísio Spínola Teixeira nasceu em Caetité, Bahia, em 12 de julho de 1900, e morreu no Rio de Janeiro em 11 e março e 1971. Foi um jurista, intelectual, educador e escritor brasileiro. Personagem central na história da educação no Brasil, nas décadas de 1920 e 1930, difundiu os pressupostos do movimento da Escola Nova, que tinha como princípio a ênfase no desenvolvimento do intelecto e na capacidade de julgamento, em preferência à memorização.

Reformou o sistema educacional da Bahia e do Rio de Janeiro, exercendo vários cargos executivos. Foi um dos mais destacados signatários do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, em defesa do ensino público, gratuito, laico e obrigatório, divulgado em 1932. Fundou a Universidade do Distrito Federal, em 1935, depois transformada em Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil.

Na ideia de uma educação integral e uma educação para todos, expressa por Anísio Teixeira, foi a concepção de educação que permeou os escritos e a obra, está a base de sua atuação como educador e sua contribuição para a educação no Brasil, que alguns consideram importante até hoje.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

O Portal Interior da Bahia foi criado para possibilitar maior espaço para as notícias dos municípios baianos, com abrangência em todo o Estado e sobre gêneros variados.

Copyright © 2015 InteriorDaBahia.com.br Jornalista Responsável - Evandro Matos DRT/BA N° 2.591 - (75) 9181-8560 - contato@interiordabahia.com.br

To Top