Justiça

Riachão urgente! Sessão da Câmara que aprovou concessão da Fusas é anulada pela justiça

A votação do projeto que previa a concessão do Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe, aprovado pela Câmara de Vereadores do município durante uma tumultuada sessão, no dia 14 de julho, acaba de ser anulada pela justiça local.

Depois daremos mais informações… Veja abaixo como foi a sessão que aprovou o projeto em segunda votação:

Nesta sexta-feira (14), a Câmara de Vereadores de Riachão do Jacuípe aprovou em segundo turno o projeto de N, 0011/2017 para concessão do Hospital Municipal, que terá seus serviços geridos por uma empresa privada.

A sessão extraordinária durou pouco mais de 30 minutos e serviu para ratificar a decisão soberana da Casa Legislativa, que já havia dado a vitória ao governo municipal um dia antes. Mais uma vez a bancada oposicionista da se absteve de participar do processo de votação, que terminou com o placar de 7×0. A oposição atual conta com seis vereadores.

O presidente Antônio Marcos Oliveira Silva encerrou os trabalhos por volta das 9h45, sendo que dentro da galeria um grupo de aproximadamente 40 pessoas protestavam contra o projeto, chegando a ensaiar gritos de ‘traidores, traidores…”

A Polícia Militar mais uma vez compareceu e acompanhou todo processo de votação, garantindo segurança na área externa e no interior da Câmara. A oposição alega que a FUSAS é uma entidade independente e que não deveria ser desconsiderada da forma como aconteceu os tramites para concessão para a iniciativa privada.

À reportagem do Interior da Bahia o advogado Marcelo Guimarães prometeu entrar com ação e lutar até as últimas instâncias para indeferir a votação da Câmara Municipal, considerada por ele como irregular.

Agora, com o projeto aprovado, o Hospital Municipal deverá ser explorado por uma empresa privada e desconhecida dos jacuipenses. Como tudo é obscuro, existe um grande temor por parte da população que o hospital comece a cobrar pelos serviços, fugindo totalmente da concepção em que o mesmo foi criado na década de 1990 pelo então prefeito Valfredo Matos.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top