Nordeste

Presidente do PR de Petrolina é assassinado quando ia pegar a mulher no aeroporto

A cidade de Petrolina amanheceu assustada neste sábado. O Presidente do Partido da Republica PR, Klebio Luciano Bezerra, 38 anos, foi assassinado com vários tiros, quando se deslocava para o aeroporto em companhia de sua filha menor de 02 anos de idade. A Polícia iniciou as investigações, mas não declarou nada a imprensa até o momento. .

O assassinato, que ocorreu na madrugada desde sábado (12), próximo ao Aeroporto, repercute no Estado de Pernambuco. De acordo com informações, imagens estão sendo analisadas.

Segundo testemunhas, os acusados do crime chegaram numa caminhonete SW4, se aproximaram do veículo de Klebyo e efetuaram os disparos. O local do crime foi isolado para perícia policial.

O secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, presidente do diretório do PR no Estado, solicitou ao governador Paulo Câmara (PSB) rigor e agilidade na apuração da morte. Ligado politicamente a Sebastião, Klebyo foi alvejado por nove tiros quando se dirigia ao aeroporto de Petrolina, por volta de uma hora da madrugada de hoje. Ele estava em companhia de uma filha de apenas dois anos, para buscar a sua esposa, que trabalha no terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Nilo Coelho. A criança, de acordo com testemunhas, que já foram ouvidas pela Polícia que investiga o caso, não foi atingida.

Estou profundamente chocado. Klebyo, além de aliado político, era meu amigo, uma pessoa sensacional, cheia de amigos e solidário”, disse Sebastião. O secretário aguarda apenas a definição do local do enterro, se será em Petrolina ou Serra Talhada, onde reside a família da vítima, para ir dar o último adeus ao amigo. A polícia está apurando o caso e nada está descartado, nem mesmo crime político.

Velório

O corpo de Klebio Luciano Bezerra, 38 anos, presidente do Partido Republicano de Petrolina, será enterrado neste domingo 13, no Campo da Paz. O velório está acontecendo na Câmara de Vereadores de Petrolina. O enterro seria às 10hs.

Informações prestadas por testemunhas dizem que os acusados do crime chegaram numa caminhonete, se aproximaram do veículo de Klebyo e efetuaram os disparos Até o momento a Polícia ainda não deu entrevistas sobre o rumo das investigações do motivo do crime e não houve prisões.

Klebyo foi alvejado por nove tiros quando se dirigia ao aeroporto de Petrolina, por volta de uma hora da madrugada de hoje. Ele estava em companhia de uma filha de apenas dois anos, para buscar a sua esposa, que trabalha no terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Nilo Coelho. A criança, de acordo com testemunhas não foi atingida.

A polícia está apurando o caso e nada está descartado, nem mesmo crime político. (Informações do Diário de Pernambuco e blog Geraldo José).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top