Meio Ambiente

Moradores de Ponto Novo, Itiúba, Filadélfia e Queimadas fecham a 407 em protesto contra Embasa

Moradores de comunidades localizadas nos municípios de Ponto Novo, Filadélfia Itiúba e Queimadas, entre elas Covas (Itiúba) e Espanta Gado (Queimadas), iniciaram um protesto na manhã desta terça-feira (29).

Mais de 100 pessoas, segundo os organizadores, fecharam a rodovia BR-407, entre Ponto Novo e Filadélfia, na altura da ponte do Rio Itapicuru para cobrar providências da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

O grupo protesta contra a falta de água nas localidades e cobra a liberação imediata da água do Itapicuru para atender a população ribeirinha destes municípios.

Os manifestantes também reivindicam a manutenção da vazão ecológica no Rio Itapicuru Açu, de Ponto Novo até a confluência com o Itapicuru Mirim. Segundo a organização, a rodovia permanecerá fechada por tempo indeterminado ou até que a Embasa negocie com o grupo.

Moradores reclamam de água escura que sai das torneiras

Moradores de Espanta Gado, na zona rural de Queimadas, estão reclamando da qualidade da água que estão recebendo da Embasa. Segundo eles, o problema também afeta outras localidades da região.

Fotos enviadas pela líder comunitária Rita Ferreira mostram água escura saindo das torneiras. Segundo ela, já foram feitas várias tentativas de solucionar o problema. “Fizemos várias reuniões, mas até agora nada foi dito para resolver a situação. As pessoas estão com medo de beber a água ou até mesmo usá-la para cozinhar alimentos”, afirma. A Embasa foi procurada na manhã de segunda-feira (28), mas até a publicação dessa reportagem não enviou resposta. (Com informações e foto do Noticias de Santaluz).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: