Educação

Caravana do Instituto Anísio Teixeira fecha nova etapa de visitas: Coite, Valente e Serrinha

Foi encerrado nesta quarta-feira (20), mais um roteiro de visitas da Caravana do Instituto Anísio Teixeira (IAT), com passagens por escolas das cidades de Conceição do Coité, Valente e Serrinha, todas na Região Sisaleira da Bahia. As visitas têm como objetivo aproximar o IAT das escolas, apresentar os seus produtos aos estudantes e professores (a exemplo da Plataforma Anísio Teixeira), além de discutir sobre o ENEM e a Prova Brasil, com dinâmicas feitas pelos formadores para facilitar o aprendizado.

Voz de estudante chama atenção em Coité

Em Conceição do Coité, na terça-feira (19), as atividades aconteceram no Colégio Estadual Professora Olgarina Pitangueira Pinheiro, que funciona em tempo integral. As dinâmicas foram realizadas no pátio da escola e contaram com a participação de alunos e professores. Incialmente, o diretor geral do IAT, Professor Desidério Bispo de Melo, conversou com a diretora Luziana Costa da Silva Ferreira e visitou o mural da escola, onde estavam exibidos trabalhos de arte feitos pelos estudantes.

Em seguida, a professora Ana Cristina (IAT) fez uma breve explanação sobre a importância da Plataforma Anísio Teixeira, além de explicar para os estudantes questões sobra a prova do ENEM, que acontece no período de 23 de outubro a 03 de novembro.

Destaque durante todas as dinâmicas apresentadas pelos professores André e Jaime sobre a Prova Brasil, a aluna do 3º ano, Mariana de Matos Nascimento, 17 anos, foi mais uma das surpresas agradáveis que a Caravana tem se deparado durante as suas visitas. Além de estar sempre concentrada, ela também distribuiu talento e simpatia com a sua voz, quando foi solicitada nas atividades introduzidas através da música.

No final, Mariana falou sobre a possibilidade de seguir carreira artística e também avaliou a visita da equipe do IAT ao colégio.

“Eu não sei ainda, tenho até vontade de seguir cantando, mas está muito cedo para decidir. Sobre a visita, foi bastante explicativa, eu adorei a metodologia que eles usaram, porque nos incentivou para o ENEM, além de explicar a importância de todos participarem da Prova Brasil”, disse.

Em Valente, estudantes vibram com a Caravana

A presença da Caravana em Valente, à tarde, foi mais uma prova da convicção do diretor Desidério Melo de que “as visitas servem para aproximar o Instituto Anísio Teixeira das escolas, sejam da capital ou do interior”.

E foi nesse clima que o diretor deu inicio às atividades no Colégio Estadual Wilson Lins, onde a vice-diretora Kátia Eliane Santos de Araújo abriu todas as portas para as atividades educativas e culturais.

Com os alunos completamente focados, as interatividades dos professores André, Jaime e Ana Cristina com a apresentação da Plataforma Anísio Teixeira e as discussões sobre o ENEM e a Prova Brasil tiveram pleno êxito.

“Isso nos dá tranquilidade para seguirmos com esse projeto. Você sente como eles (estudantes) querem aprender, principalmente as dinâmicas com música, as questões sobre a Prova Brasil e as brincadeiras que nossos formadores fazem com a matemática”, elogiou o diretor do IAT, entusiasmado com a alegria dos estudantes.

o encerramento das atividades, os estudantes também avaliaram os conteúdos apresentados pela Caravana do Instituto Anísio Teixeira. “Eu achei interessante a apresentação, pois deu para memorizar e aprender bastante para a prova. E deu também para tirar dúvidas sobre assuntos que vão cair. Então, a visita vai ajudar para que me saia bem”, disse Mateus da Silva, 17 anos, estudante do 3º ano do Colégio Wilson Lins.

Em Serrinha, mais uma surpresa

Quando a Caravana do IAT chegou ao Colégio Estadual Rubem Nogueira, um dos mais tradicionais da cidade de Serrinha (com 64 anos de existência), nesta quarta-feira (20), pela manhã, os alunos do 3º ano estavam na expectativa para a realização de duas provas. Contudo, a diretora Judite Santanna Lima, interessada que os conteúdos fossem passados para eles, ajustou o cronograma. Para colaborar, o diretor Desidério Melo também reduziu as atividades, mantendo apenas as discussões sobre a Prova Brasil.

Mas, para surpresa de todos, as dinâmicas introduzidas através da música e as explicações sobre a Prova Brasil passadas pelos professores Jaime e André impossibilitaram qualquer dispersão por parte dos estudantes. A interação foi tanta que alguns deles pediram que as atividades fossem alongadas, e mesmo após o encerramento o professor Jaime usou o quadro para tirar dúvidas trazidas por eles.

“Eu achei muito interessante e produtivo, pois aprendi muitas informações sobre a Prova Brasil, que eu não sabia. As dinâmicas também foram muito importantes para a nossa compreensão”, disse a estudante do 3º ano Raiane dos Santos Brito, de 17 anos.

“Foi enriquecedor lembrar os conteúdos trabalhados no nosso cotidiano, e nós sabemos que a escola tem o poder de significar a educação e os conteúdos. A Prova Brasil cria em nós uma grande expectativa para saber o desempenho da escola, porém estamos preparando os nossos alunos do 3º ano, junto com a coordenação pedagógica, já que esse ano será o primeiro com a participação desses estudantes. Parabenizo a iniciativa do Instituto em levar uma dinâmica divertida com cunho educativo para o chão da escola”, disse em tom de emoção e agradecimento a diretora Judite Santanna Lima.

Texto: Evandro Matos / Fotos: Liviane Barbosa

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top