Educação

UNEB: “Porque escolher a chapa Valdélio Silva e Márcia Guena”

Na próxima terça feira, 03 de outubro, a comunidade unebiana tem a oportunidade histórica de trilhar um Novo Caminho: são as eleições para a Reitoria da Universidade do Estado da Bahia.

É nossa missão escolher pessoas para a futura gestão da UNEB que reconheçam as limitações da atual gestão, mas que tenham coragem para propor as transformações necessárias, com independência, transparência, autonomia e uma administração descentralizada e democrática. As decisões sobre o orçamento e a prioridades da Universidade não podem ficar exclusivamente nas mãos do Reitor!

Vivemos tempos difíceis, com a descrença e a falta de esperanças que se abatem de forma generalizada sobre a sociedade brasileira. Esse momento da vida brasileira não pode nos acomodar ou nos levar ao desespero frente a onda conservadora em curso! Omitir ou calar a voz é aceitar que floresçam os inimigos da democracia e daqueles que querem esmagar os direitos das mulheres e homens que reclamam por justiça –  por serem mulheres, pela cor de sua pele, por terem algum tipo de deficiência, por suas escolhas sexuais, por serem pobres, por terem sido os primeiros a habitar as terras do Brasil ou terem uma cultura diferente daquela que querem nos impor!

Precisamos nos levantar! A UNEB é parte da sociedade! Urge quebrar o marasmo desse processo eleitoral, clamamos para que tomem os destinos da nossa Universidade em suas próprias mãos! É preciso que a comunidade universitária compareça às urnas e escolha um Projeto de Gestão que não tenha medo de defender nossa autonomia, o respeito a diversidade e implantar um modelo democrático de gestão na UNEB! A apatia somente interessa ao conservadorismo e a manutenção do que não está dando certo. O futuro da Universidade se decidirá agora e depende do seu voto.

A UNEB precisa assumir o papel que a história lhe reservou: a de maior universidade da Bahia, e que infelizmente as últimas gestões não tiveram coragem de abraçar. Por isso, o momento é agora, não podemos esperar mais. Vamos juntos assumir essa responsabilidade histórica e eleger uma proposta de gestão democrática e não ter medo da diversidade; que vai descentralizar o poder para que nossa UNEB seja de fato uma universidade que ofereça uma formação acadêmica de qualidade com autonomia, inclusão e participação!

Salvador, 25 de setembro de 2017.

Chapa Valdélio Silva (Reitor) e Márcia Guena (Vice-Reitora)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top