Política

BA: Polícia Federal mira núcleo do PSD no sul; casal de prefeitos zombava do povo

Prefeitos dos principais municípios do extremo sul da Bahia, Cláudia Oliveira (Porto Seguro), Robério Oliveira (Eunápolis) e Agnelo Santos (Santa Cruz Cabrália, todos do PSD), foram alvos da Operação “Fraternos”, deflagrada na manhã desta terça-feira (7) pela Polícia Federal. Robério Oliveira e Cláudia são casados.

Segundo as investigações, os três participavam de uma “ciranda de propinas”, em razão do rodízio que era feito entre as empresas envolvidas no suposto esquema de corrupção. Presidente do PSD no estado, o senador Otto Alencar disse não ter informações sobre ação da PF contra os seus liderados. “Eu não sei. Estou em Brasília e não estou sabendo de nada. Não posso opinar”, afirmou o senador baiano.

Robério e Claudia ‘anunciavam’ desvio em 2012

Alvos da Policia Federal na manhã desta terça-feira (7) por, de acordo com a PF, participarem de uma “ciranda” de desvios de dinheiro público, os prefeitos de Eunápolis e Porto Seguro, Robério Oliveira e Claudia Oliveira (ambos do PSD), já anunciavam em 2012 supostos desvios.

Vídeo publicado pelo jornal O Globo, à época, mostra a então deputada estadual debochando da possível construção de uma ponte. “Estou visitando aqui meu povo, povo da periferia. Eu colocarei emendas, farei projeto para uma ponte que vai beneficiar aqui toda a comunidade. Uma ponte onde serão investidos dois bilhões. Um bilhão eu fico”, disse para a câmera, aos risos.

O marido, responsável pela filmagem ainda a alerta. “Ó rapaz, tá gravado, viu? Tá gravado tudo aqui. Tá tudo gravado e eu vou botar na Globo. Nessas coisas que sai”, fala ele para a então candidata, que mantém o riso largo.

Depois, o prefeito de Eunápolis ainda questiona uma suposta assessora sobre o assunto e ela dispara: “Eu tô de acordo. Eu concordo. Dois bilhões para investir, um bilhão para ficar”.

Em sua defesa, Claudia disse que não falava de “bilhão”, mas sim de “agulhão”, uma espécie de peixe. “A gente estava falando a respeito dos peixes. Que queríamos comer um peixe, e eu falando que depois iríamos comer o agulhão”, declarou Cláudia, à TV Bahia, após afirmar que o celular onde o vídeo foi gravado havia sido furtado. Mesmo com a polêmica, ela se elegeu prefeita de Porto Seguro.

Agora, em 2017, a dupla foi acusada pela PF de fraudar contratos que somam R$ 200 milhões. Veja o vídeo:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top