Política

Democratas estuda testar nome de Rodrigo Maia para o Planalto

Os aliados de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, devem lançá-lo como candidato à Presidência em 2018, durante o congresso do partido, que ocorre ainda este mês. A justificativa, segundo informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, é a falta de um nome de centro que pontue, de forma considerável, nas pesquisas de intenção de voto.

A sigla, inclusive, não estaria sozinha nessa empreitada, já que PP e Solidariedade deixaram claro que também apoiam a ideia. Maia, desde que está à frente da Câmara, tem ampliado as relações com partidos da base do presidente Michel Temer. Com isso, conseguiu atrair a preferência das legendas que simpatizam mais com ele do que com o tucano Geraldo Alckmin (PSDB), a outra opção do centro para o Planalto.

A aposta no nome do presidente da Câmara, lembram líderes partidários, não exclui a chance de o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, filiado ao PSB, concorrer ao pleito. No entanto, a maioria concorda que o sucesso de uma possível candidatura de Meirelles está diretamente ligada à decolada dos números econômicos. A depender disso, o ministro poderia assumir a cabeça da chapa, ou então ser vice de Maia.

Do lado dos tucanos, já há um consenso quanto à atuação do DEM que, na visão deles, tem agido para atrair nomes do PSB e, assim, robustecer o partido, abrindo espaço para que Maia, de fato, pleiteie a proa de uma aliança centrista.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top