Esporte

Bahia contrata lateral Mena; Régis também já está em Salvador

O Esporte Clube Bahia continua se reforçando, e bem, para a temporada 2018, ano em que disputará cinco campeonatos (Baianão, Nordestão, Brasileirão, Sul-Americana e Copa do Brasil). Agora o mais novo contratado é o lateral-esquerdo Mena, de 29 anos, que chega com contrato de dois anos. Para contratar o jogador, o Esquadrão aplicou um balão no Sport-PE que negociava com o Cruzeiro a renovação do empréstimo.

O empresário André Cury confirmou que o atleta já é jogador do Bahia, que chegou a um entendimento com o Cruzeiro nesta sexta-feira (05). O lateral já rescindiu contrato com a Raposa e é aguardado em Salvador para realizar os exames de rotina e assinar contrato. Na negociação, ficou acordado que o clube mineiro tem direito a 20% de uma futura venda do jogador.

Jogador da Seleção Chilena, Mena chega com status de titular do Bahia para substituir Juninho Capixaba, que foi vendido ao Corinthians. Além dele, o clube terá para a posição o lateral Léo Pelé. O chileno também atua mais avançado, como um médio pela esquerda, como fazia no Sport onde disputou 45 jogos na temporada 2017, marcando um gol e dando 5 assistências. Pelo Chile foram 51 partidas, 44 como titular, e três gols. Jogou toda a Copa do Mundo de 2010 como titular absoluto da seleção chilena.

Mena carrega no currículo três títulos do Campeonato Chileno, um da Copa Sul-Americana pelo Universidad do Chile, atraindo o interesse do Santos que trouxe o jogador pagando a bagatela de R$ 7 milhões de reais. No Peixe, jogou em 2013 deixando o clube em 2014 para jogar no Cruzeiro. Pouco aproveitado em 2016 na Raposa, foi emprestado ao São Paulo, retornou e foi novamente emprestado agora em 2017 ao Sport-PE, onde estava na temporada passada.

Régis é do Bahia!

A situação do meia Régis parecia caminhar para se tornar uma “novela”, principalmente após o presidente do Sport exigir a presença do jogador em Recife, entretanto, no final das contas, ficou mais para um seriado e com final feliz para todas as partes. As negociações entre Sport-PE, São Paulo e Bahia foram finalizadas nesta sexta-feira e o jogador deve ser anunciado oficialmente nos próximos dias após fazer os exames e assinar contrato de 3 anos.

E a divisão dos direitos? Como ficou? Vamos lá…

O Sport-PE (que detinha 40%) vendeu 25% dos direitos econômicos e também os direitos federativos do meia ao São Paulo que, por sua vez, repassou o jogador ao Bahia em definitivo, ou seja, Régis agora é jogador do BAHIA de forma definitiva e especula-se (ainda não é oficial) que o Esquadrão receberá 20% dos direitos econômicos. Para adquirir o jogador, o São Paulo perdoou uma dívida de R$ 2 milhões pelo empréstimo do atacante Rogério que o Leão da Ilha não havia pago.

Ficaria da seguinte forma a divisão dos direitos econômicos: São Paulo (50%), Bahia (20%), Sport-PE (15%) e empresários (15%). Repito, os 20% que o Bahia receberia ainda não se tem confirmação oficial, somente saberemos quando a diretoria se pronunciar. Régis foi um contrapeso da negociação que levou Jean ao tricolor paulista que pagou R$ 9 milhões, além do meia e ainda vai ceder outro atleta, ainda à definir. Régis pertencia ao Sport-PE que adquiriu 40% dos seus direitos econômicos por R$ 2,5 milhões ainda em 2014. (Informações do Futebol Bahiano).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: