Saúde

Músico e presidente da Rede Minas e Rádio Inconfidência tem febre amarela confirmada

O Hospital Mater Dei confirmou, por meio de boletim médico, o diagnóstico de febre amarela do músico e compositor Flávio Henrique, de 49 anos. Ele segue internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital, em Belo Horizonte. Flávio preside a Empresa Mineira de Comunicação, à qual estão vinculadas a Rede Minas e a Rádio Inconfidência.

“Informamos que o paciente Flávio Henrique Alves de Oliveira permanece internado, com quadro clínico grave, no CTI da Rede Mater Dei de Saúde com diagnóstico de febre amarela. Ele está sendo assistido pela equipe médica e recebendo os cuidados necessários”, informou o coordenador do CTI Anselmo Dornas.

Com a confirmação do diagnóstico e a gravidade do caso, com sérias complicações hepáticas, os amigos do músico iniciaram campanha na internet pedindo que as pessoas façam doação de sangue e orações para a saúde do músico. Amigos contaram que Flávio tem um sítio nas imediações de BH, onde pode ter contraído a doença.

A informação sobre a doença de Flávio Henrique começou a circular na segunda-feira (15) nas redes sociais, com o pedido de doação de sangue e plasma para ele. Publicados no Facebook, os posts informavam que o presidente da EMC deu entrada na última sexta-feira (12) no hospital com dores de cabeça e mal-estar. No fim de semana, ele foi transferido para o CTI.

Quem quiser doar sangue para Flávio Henrique deve procurar o banco da Rede Mater Dei, situado à Rua Juiz de Fora, 861, no Barro Preto, e endereçar a doação a Flávio Henrique Alves de Oliveira. Todos os tipos sanguíneos são aceitos. (Fonte: O Estado de Minas).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: