Política

Este sábado será o dia ‘D’ para Zé Ronaldo: ou assume disputa ao governo ou recua como ACM Neto

O prefeito José Ronaldo (DEM) anunciará neste sábado (07) se será ou não candidato a governador da Bahia após a recusa do prefeito ACM Neto (DEM). Às 10h, ele concederá uma entrevista coletiva na sede da CDL, quando poderá anunciar o seu destino, se segue como prefeito ou se afasta para disputar a eleição de outubro, seja como candidato ao governo ou ao Senado.

O conteúdo da entrevista coletiva na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas está sendo formulado na noite desta sexta-feira em reunião com amigos e aliados de Feira de Santana. Fontes próximas do prefeito informaram ao Interior da Bahia que durante o dia ele fez várias ligações para aliados políticos na região, convidando para a reunião deste sábado na CDL.

Autorizado por ACM Neto, Zé Ronaldo não age à toa. Com o não do prefeito soteropolitano, a sua movimentação indica que ele vai topar o desafio de disputar a eleição para o governo baiano.

Reorganizar as forças

A negativa de Neto ao grupo gerou descontentamento e pode provocar baixas no campo da oposição. “É difícil na hora que a gente recebe a notícia, a gente fica triste, chateado, mas a vida segue, vamos continuar na luta. Tudo isso vai ser superado com o tempo e com a própria campanha política”, minimizou Zé Ronaldo, em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta sexta-feira.

Se assumir a lacuna deixada por Neto, o democrata terá que pacificar legendas aliadas e evitar candidaturas independentes, como pode ocorrer com o PSDB – com o deputado federal João Gualberto – e com o MDB, que já sinalizou a pré-candidatura do ex-ministro de Lula, João Santana. Há ainda as baixas dos deputados federais Elmar Nascimento e Cajado, que foram para o PP, e o prefeito de Camaçari, que ameaça se filiar a um partido da base governista.

“Acredito muito na união das oposições. Continuo acreditando que aqueles partidos políticos que estavam com ACM Neto continuarão unidos. Essas pessoas não desejam a continuidade do PT na Bahia ou o retorno no Brasil. Vejo com tranquilidade. O tempo vai nos ajudar a manter todo nosso grupo, inclusive o PSDB que foi sempre nosso aliado”.

Zé Ronaldo rebateu ainda a informação que corre nos bastidores de que, sem ACM Neto no páreo, o caminho para reeleição do governador Rui Costa será fácil. “Já ouvi esse hino tocando muitas vezes […] quem age nesse espírito é arrogante, é um prepotente, exemplo claro de quem é ditador, vivemos em uma democracia. Não existe vitórias nem derrotas antecipadas, existe a luta, a busca de uma vitória dentro do processo democrático. Nunca temi disputar uma eleição”, disse.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: