Educação

Riachão: Professores fazem paralisação pelo piso e ameaçam greve por tempo indeterminado

PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE RIACHÃO DO JACUÍPE, MUNICÍPIO LOCALIZADO NO TERRITÓRIO DA BACIA DO JACUÍPE, PARALISARAM SUAS ATIVIDADES NESTA QUINTA-FEIRA (19), COBRANDO DO PREFEITO JOSÉ RAMIRO FERREIRA FILHO (PSD) REAJUSTE SALARIAL E O PISO NACIONAL QUE NÃO ESTÁ SENDO CUMPRIDO PELA GESTÃO MUNICIPAL. A CATEGORIA DEFENDE REAJUSTE DE 6,81%, ENQUANTO QUE O PROMETIDO É DE 2,95%.

DE ACORDO COM OS PROFESSORES, A PARALISAÇÃO FOI DECIDIDA EM ASSEMBLEIA REALIZADA NA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA (17), APÓS VÁRIAS TENTATIVAS DE NEGOCIAÇÕES DO SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS (SINSPUM) E APLB SINDICATO DELEGACIA DO JACUÍPE, COM A EQUIPE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, QUE ALEGA DIFICULDADES FINANCEIRAS PARA ATENDER AS REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA.

ESSA É A SEGUNDA PARALISAÇÃO EM MENOS DE UMA SEMANA DE LUTA SEM CHEGAR AO CONSENSO ENTRE AS DUAS PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL E CATEGORIA. SEMANA PASSADA HOUVE UMA MOBILIZAÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL DURANTE 24 HORAS, SEM ÊXITO PARA OS PROFESSORES QUE TIVERAM SEUS DIREITOS NEGADOS.

FOI CRIADA UMA COMISSÃO QUE DISCUTIRIA AS PROPOSTAS COM A GESTÃO MUNICIPAL NESTA QUINTA-FEIRA (19), NO GABINETE DO PREFEITO ZÉ FILHO, MAS DE FORMA INEXPLICÁVEL FOI CANCELADO O ENCONTRO QUE TENTARIA SE ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA.

SEGUNDO AS INFORMAÇÕES QUE OBTIVEMOS COM OS LÍDERES DA PARALISAÇÃO, CASO NÃO HAJA O CUMPRIMENTO DAS REIVINDICAÇÕES QUE ATENDAM AS EXPECTATIVAS DA CATEGORIA, UMA GREVE DEVERÁ SER DEFLAGRADA A PARTIR DA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (25).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: