Eleições 2018

Em defesa de Lídice, Leonelli ataca Rui, Coronel e Otto

Por meio das redes sociais, o secretário estadual do PSB, Domingos Leonelli, abriu fogo nesta quarta-feira (6) contra o governador Rui Costa (PT), pela possível escolha do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD), como candidato ao Senado, junto com o ex-governador Jaques Wagner, em sua chapa, em detrimento do nome da presidente de seu partido, a senadora Lídice da Mata.

No texto, Leonelli afirma que a senadora e Ângelo Coronel “representam opções profundamente diferentes”. “Lídice representa a história e as origens do próprio Rui. Tem toda uma trajetória construída na esquerda”, escreveu Leonelli em sua página Facebook. No texto, Leonelli lembra que “Coronel teve uma vida parlamentar ligada ao centro. E colocou-se sob a liderança do senador Otto Alencar, que segundo Wagner era o melhor jogador do carlismo que veio para o nosso lado”.

Leonelli também comparou os números da última pesquisa, quando Lídice obteve mais de 26% da preferência do eleitorado, muito acima de Angelo Coronel. Em seguida, Leonelli enumera os erros que Rui pode cometer ao escolher o presidente da Assembleia como candidato ao Senado. “Consagrar esta hegemonia pleiteada habilmente pelo ex-carlista é permitir que a vitória do PT, construída em longas décadas de luta, seja substituída por uma força que aderiu após a vitória de Wagner”.

Leonelli ainda alerta Rui Costa sobre o “acúmulo de força” do senador Otto Alencar – padrinho da candidatura de Coronel. “Otto, com um número razoável de deputados e prefeitos, já tem a presidência da Assembleia Legislativa, as maiores secretarias e os mais importantes cargos do Governo do Estado, a presidência da UPB, indicações importantes no TCE, um honrado mandato de senador. Com esse acúmulo de força será inevitavelmente um forte candidato a governador nas eleições de 2020”.

Por fim, Leonelli afirma que Rui pode cometer um segundo erro se decidir por Coronel. “É a tentação que todo governante tem de testar o seu prestígio, elegendo uma pessoa desconhecida do grande público. Diferente da escolha do próprio Rui como candidato, Coronel não tem a mesma história que unia Wagner e Rui. A mesma identidade, a mesma trajetória que possibilitou a Wagner dizer que Rui seria um governador melhor do que ele próprio. Rui poderá dizer que Coronel será melhor senador que Lídice? Com todo o respeito ao deputado Ângelo Coronel, creio que não”. (Informações do Politica Livre).

To Top
%d blogueiros gostam disto: