Política

Debate/Ufba: pesquisadores avaliam que Ciro é mais viável do que qualquer petista

O cientista político e professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Paulo Fábio Dantas Neto, acredita que o presidenciável Ciro Gomes (PDT) é hoje um “candidato mais viável do que qualquer petista” na disputa pelo Palácio do Planalto. O PT tem mantido a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, mas especula-se que, após ser barrado pela Justiça Eleitoral de competir no pleito, o ex-presidente será substituído pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, ou pelo ex-governador da Bahia Jaques Wagner. Há, no entanto, uma ala petista favorável ao partido não ter candidato à Presidência e apoiar outro nome, como Ciro Gomes. O governador Rui Costa (PT) já se mostrou favorável a esta tese. “[No campo da esquerda], ninguém se apresenta hoje mais bem posicionado do que Ciro Gomes desde que esteja acertado com o PT e também com a vontade do eleitorado lulista dos grotões”, afirmou, durante o debate “O Lulismo, o Bolsonarismo e o xadrez político de 2018”, que ocorreu na Faculdade de Comunicação da Ufba.

Para o especialista, se Lula rezar a “cartilha da responsabilidade política”, liberar o partido para “ir às urnas sem rancor ou com pouco rancor”, a candidatura de Ciro Gomes tende a incorporar e haverá, no país, um segundo turno com candidatos mais democráticos. Paulo Fábio Dantas Neto compreende que a presidenciável Marina Silva (Rede) não passa do primeiro turno. “Ela pode repetir votações expressivas que já teve e tende no segundo turno ser uma eleitora de peso”, analisou. Sobre o também pré-candidato a presidente da República, Guilherme Boulos (PSOL), o cientista político avalia que “representa o que há de mais emblemático” da esquerda não liberal e pode representar o “futuro” desta ala. Na avaliação dele, a aproximação do tucano Geraldo Alckmin (PSDB) do “centrão” (formado pelo DEM, PP, PR, PRB e SD) o leva para uma “agenda social e cultura regressiva”. Segundo ele, o grupo político se afastou de Bolsonaro por discordar da agenda econômica do capitão.

Presente na discussão, o também cientista político e professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Sérgio Braga, avalia que, ao manter a postulação de Lula, o PT mostra ter “medo de perder a hegemonia da esquerda”. Na avaliação dele, há hoje no Brasil uma “crise de estratégias discursivas”. “Mais do que uma crise institucional ou de representação há uma crise de estratégia discursiva dos atores políticos que estão competindo pela hegemonia política no espaço atual. Por isso que as pessoas sentem tanta dificuldade de se conectar com a política, de se conectar com os atores, porque elas não se sentem conquistadas”, pontuou.

“Pauta moralista pode decidir a eleição”

O filósofo e professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Wilson Gomes, entende que a pauta moralista pode acabar decidindo a eleição presidencial no Brasil. “Todos nós temos [desacordos morais] em relação à sexualidade, ao aborto e etc. Também com relação a outros temas sensíveis que ainda não se formou um consenso. […] Essas pautas morais sempre aparecem. Mas no Brasil hoje se toma hoje decisões eleitorais por causas morais”, afirmou, durante o debate “O Lulismo, o Bolsonarismo e o xadrez político de 2018”, que ocorreu na Faculdade de Comunicação da Ufba.

No entendimento dele, há hoje dois enigmas no pleito. O primeiro é saber se o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) vai chegar a dois dígitos na próxima pesquisa. Para ele, se o tucano aparecer novamente abaixo de 10%, os apoiadores vão perder a paciência, radicalizar o discurso e pode votar no pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Segundo Gomes, o desafio do ex-governador paulista é “desidratar” o militar no centro-sul. O outro enigma, segundo Wilson Gomes, é em relação a Lula. De acordo com ele, o PT não tem outro plano a não ser apoiar o presidenciável Ciro Gomes (PDT). As informações são da Tribuna da Bahia.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: