Política

Prefeituras são investigadas pela compra de prêmios; Coité e Serrinha entre as ‘premiadas’

Uma lista com 27 prefeituras baianas investigadas pela compra de prêmios foi divulgada nesta quarta-feira (8) pelo Correio* Online, em matéria dos jornalistas Júlia Vigné e Luan Santos. Conforme publicado ontem pelo Toda Bahia, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) está investigando ação de prefeitos que teriam comprado com dinheiro público prêmios apontando-os como melhores gestores.

Ainda de acordo com a publicação, em Serrinha, prefeitura que mais pagou para institutos, o prefeito Adriano Lima (MDB) (no centro da foto) pagou tanto à União Brasileira de Divulgação (UBD) quanto ao Instituto Tiradentes pouco mais de R$ 4 mil pelas honrarias em 2017 e 2018.

A prefeitura de Urandi, do prefeito Dorival do Carmo (PP) pagou R$ 1.480,00 em apenas uma parcela. A segunda maior prefeitura que gastou foi a de Luís Eduardo Magalhães, comandada por Oziel Oliveira (PDT), que usou R$ 637 com o instituto mineiro.

Além destas prefeituras municipais, estão na lista também as de Conceição do Coité, administrada por Assis (PT), bem como prefeituras de municípios domo Luís Eduardo Magalhães, Ribeira do Pombal, Lauro de Freitas, Alagoinhas, Nordestina, Filadélfia, Barreiras, Brumado, Ilhéus, Conceição do Jacuípe, Pojuca, Paulo Afonso, Vitória da Conquista, Gandu, Sátiro Dias, Taperoá, Poções, Caldeirão Grande, Buerarema, Mata de São João, Barra, Entre Rios, Rio Real, Maragogipe, dentre outras.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: