Polícia

Foragido da Bahia investigado por mais de 150 homicídios é preso em Pernambuco

A Polícia Civil divulgou, nesta segunda-feira (3), detalhes da prisão de um dos homens mais procurados na Bahia. Willians Alves de Sousa Filho, 36 anos, conhecido como “Nem Bomba” foi capturado no município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, onde tentava se esconder da Justiça por cometer cerca de 150 homicídios.

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar da Bahia e de Pernambuco resultou na prisão de Willians no sábado (1º). De acordo com o tenente-coronel Leonardo Cosme, uma equipe levantou informações sobre o possível paradeiro do rapaz, após receberem a denúncia de que ele estaria em Vitória, e acompanhou a rotina dele durante cinco dias. “No sábado, decidimos abordá-lo. Ele saía de casa quando foi detido”, conta o militar.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), Willians estava entre os cinco mais procurados da Justiça da Bahia. Ele também estava sendo investigado por ser um dos responsáveis pelo roubo de R$ 400 mil de um carro-forte, em um shopping em Vila Velha, no Espírito Santo. O delegado Halysson Pontes, responsável pela operação em Pernambuco, ressalta que contra ele também estava registrada uma “vasta lista de homicídio” ligada ao tráfico de drogas.

“Ele veio para Vitória depois de se dar conta que o cerco estava sendo fechado, pois boa parte da quadrilha que ele participava já havia sido presa”, conta o delegado. O município pernambucano foi escolhido para se refugiar pois a esposa de Willians, Jaqueline da Silva Carvalho, 24 anos, teria parentes na região. Ela também era foragida pelo crime de tráfico de drogas, e acabou sendo presa na mesma operação.

Motorista de aplicativo de viagens

À polícia, Willians contou que estava trabalhando como motorista do aplicativo de viagens Uber desde que chegou em Vitória, há cerca de dois meses. O rapaz usava documentos falsos com o nome de Willian Santos Alves. “Ele também foi autuado pelo crime de falsidade ideológica”, relata o delegado Halysson Pontes.

Dentro da casa, foram encontrados e apreendidos quatro celulares, cartões de crédito e uma Carteira Nacional de Habilitação de uma pessoa que ainda não foi identificada.

O casal foi detido e está à disposição da Justiça. Eles devem ser encaminhados à Bahia, onde cumprirão pena pelos crimes cometidos. (JCOnline).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: