Eleições 2018

Propostas elevam nível do debate da Gazeta, Jovem Pan e Estadão

Havia uma grande expectativa sobre como seria o primeiro encontro dos candidatos ao Planalto depois do atentado sofrido por Jair Bolsonaro. E o Debate Estadão/Gazeta/Jovem Pan mostrou os candidatos pisando em ovos, cautelosos por respeito à fragilidade da saúde de Bolsonaro, mas também aproveitando para fazer manifestação contra o radicalismo na política.

Sem a presença de Bolsonaro e de um candidato do PT, acabou sobrando para Geraldo Alckmin a maior carga de se defender dos poucos ataques adversários.

Ciro avança no campo da esquerda

Ciro Gomes parece ter sido o candidato que melhor aproveitou o Debate Estadão/Gazeta/Jovem Pan. O candidato do PDT mirou os eleitores de Lula, ao dizer que ele foi condenado sem provas. Mas buscou também a massa de indecisos, tentando apresentar suas propostas e formando uma inesperada dobradinha com Marina Silva, justamente a sua principal adversária na luta pelo eleitor de esquerda.

O bom desempenho de Ciro vira um complicador a mais para o PT, que sequer oficializou a candidatura de Fernando Haddad e prefere seguir com o delírio de “manter” Lula na disputa, mesmo ele tendo seu nome barrado pelo TSE. Se isso se confirmar, será uma grande ironia, já que o PT esnobou e sabotou deliberadamente a candidatura de Ciro.

Ciro surpreende indecisos

Maioria de indecisos monitorados pela Ideia Big Data aponta que o presidenciável que mais surpreende positivamente é Ciro Gomes entre os demais candidatos à Presidência presentes no debate Estadão/ TV Gazeta/Jovem Pan, neste domingo (09).

Comunicação clara

Ciro Gomes e Marina Silva são os presidenciáveis que se comunicaram de forma “mais clara” no debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan com candidatos à Presidência, segundo maioria de indecisos monitorados pela Ideia Big Data neste momento.

Álvaro Dias: ‘Refundar a República’

Ciro Gomes comprou um dos carros-chefe da campanha de Alvaro Dias. O candidato do PDT elogiou a ideia de “refundação da República”, propagada fortemente pelo presidenciável do Podemos.

“Desde que Alvaro Dias tem colocado essa ideia, tenho ficado feliz. Ele tem muita razão. O Brasil se não refundar a República precisa redesenhar seu entendimento nacional. Precisamos banir o ódio que se desdobrou em violência, substituir a confrontação odiosa pelo debate de ideias”.

Ciro Gomes rasgou elogios para Marina Silva na abertura do debate Estadão/Gazeta/Jovem Pan, mesmo disputando contra ela o segundo lugar nas eleições. E, após os rapapés, fez uma pergunta sobre os problemas da Educação no Brasil.

Ciro, na verdade, queria levantar o tema da Educação no País para poder falar da qualidade do ensino público no Ceará, onde fica sua base política. O movimento, porém, passou despercebido. (Fonte: Estadão).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: