Interior da Bahia

Esporte

CSA atropela o Juventude e volta à Série A depois de 31 anos

Depois de 38 jogos, onde contabilizou 62 pontos, sendo 17 triunfos, 11 empates e 10 derrotas, o Centro Esportivo Alagoano (CSA) está de volta à elite do Futebol Brasileiro da Série A depois de uma longa ausência de 31 anos em uma trajetória simplesmente fantástica.

 

Em 2015, o time não esteve inserido nenhuma das divisões dos campeonatos promovidos pela Confederação Brasileira de Futebol. A partir deste momento começou uma arrancada avassaladora quando foi vice da Série D perdendo na final para o Volta Redonda em 2016. Conquistou título da Série C derrubando o Fortaleza em 2017 e em 2018 justamente neste sábado, conquistou o acesso para o Brasileiro da Série A na condição de vice-líder da competição e agora passar a ostentar o status e condição de ser o primeiro clube do Brasil a ter três acessos consecutivos em divisão nacional em um período tão curto.

 

Após fraquejar em casa na rodada anterior quando perdeu para o Avaí pelo placar de 1 x 0, restou aos alagoanos uma única alternativa: vencer o já rebaixado Juventude no Estádio no Estádio Alfredo Jaconi em Caxias do Sul-RS para obter o tão sonhado acesso. Felizmente os alagoanos executaram a tabela com sucesso absoluto ao vencer até com certa tranquilidade pelo placar de 4 x 0 acrescentando mais um dos nossos na elite do futebol brasileiro, algo importante já que provavelmente teremos BAIXAS na divisão com a incerteza das permanências do Vitória, Sport-PE e o próprio Ceará. Jhon Cley e Neto Berola (3) marcaram os gols do jogo.

 

O acesso acabou sendo facilitado por mero capricho da tabela que reservou o duelo entre Ponte Preta e Avaí, que jogaram em Florianópolis onde um matava o outro.

 

Com os resultados, estão classificados para o Brasileiro da Série A do próximo ano pela ordem: o Fortaleza que somou 71 pontos. CSA com 62 pontos. Avaí com 61, enquanto o  Goiás que contabilizou 60. A Ponte Preta ao empatar em 0 x 0 com o Avaí no Estádio da Ressacada somou 60 pontos, a mesma pontuação do Goiás, porém, quando aplicado o critério de desempate de números de triunfos, o time de Campinas completará seu segundo ano na divisão intermediaria do futebol nacional.

 

Fora rebaixados. Boa Esporte, Sampaio Corrêa que recentemente conquistou o título inédito da Copa do Nordeste despachando o Esporte Clube Bahia em plena Fonte Nova e o Paysandu de Belém do Pará.(Portal Terra).

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas