Polícia

Homem mata ex, atira na filha dela e comete suicídio em Minas

Uma mulher, de 37 anos, foi assassinada pelo ex-companheiro, de 45 anos, na noite desta quinta feira (10), em Formiga, Centro-Oeste do estado. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), Milena Siqueira foi baleada no tórax, chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu. O homem, Emerson Modesto de Faria, também atirou na filha de Milena, uma adolescente de 17 anos, e logo em seguida cometeu suicídio. 

Ainda de acordo com a PM, ao chegarem a rua Célio de Oliveira Guimarães, Bairro Recanto da Praia, em Formiga, os militares depararam com três pessoas caídas ao solo. Milena estava com duas perfurações no tórax, a adolescente, que estava consciente, apresentava uma perfuração no peito e uma lesão na mão e o autor apresentava lesão na cabeça. 

Conforme relatado por testemunhas, o autor chegou ao local em um veículo VW/Gol, cor prata. Ao se aproximar, ele parou o veículo e efetuou os disparos contra as vítimas, logo em seguida atirou contra a própria cabeça.

As vítimas, mãe e filha, foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros Militar e levadas para a  Santa Casa de Caridade de Formiga, contudo a Milena não resistiu aos ferimentos. A adolescente está internada e o seu quadro de saúde é estável. 

Ameaças

Testemunhas informaram à PM e ao Corpo de Bombeiros, que Milena teve um relacionamento amoroso com o autor, mas estavam separados. Informaram também que ele não aceitava o fim do relacionamento e as ameaças eram constantes. Ela possuía uma medida protetiva contra ele. 

Nas redes sociais, amigos reiteraram às inúmeras ameaças que ela sofria e reclamaram da medida protetiva. “Ele chegou a ser preso em flagrante mas pagou fiança e saiu”, comentou uma amiga em um post nas redes sociais. “Ela estava sob medida protetiva e nada foi feito para protegê-la”, ressaltou.    

O revólver usado no crime foi encontrado ao lado do corpo do autor. Durante buscas no veículo, foram encontrados doze estojos, um facão e medicamentos. 

A perícia técnica foi acionada e, após seus trabalhos, o corpo do autor e da vítima foram liberados para a funerária. A vítima de 17 anos de idade permanece internada, passou por cirurgia e quadro é estável. A arma e materiais encontrados foram apreendidos e entregues à Polícia Civil.

Milena trabalhava em uma clínica  e cantava em uma banda local. Segundo a PM, ela era muito querida na cidade. Nas redes sociais, muitas pessoas lamentaram o ocorrido. 

“Luto por nossa amiga e irmã Milena Siqueira. Perdemos uma irmã, dona de uma grande voz que louvava ao Senhor com o coração e a alma. Nosso coração fica triste, mas fica a certeza de que o louvor de sua voz ecoará no céu. Milena foi se encontrar com o Pai!” publicou uma amiga. (Informações do jornal O Tempo).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: