Polícia

Tragédia em Minas: Médica é a primeira vítima identificada

A médica do trabalho Marcelle Porto Cangussu, enteada do juiz Christian Garrido Higuchi, de Minas Gerais, é a primeira vítima confirmada da tragédia do rompimento da barragem I da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A médica de trabalho, Marcelle Porto, é a primeira vítima confirmada

Segundo seu perfil em uma rede social, Marcelle se formou em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e trabalhava desde 2015 como médica do trabalho na Vale. Ela também atuava como médica de emergência desde 2011 no Hospital Regional de Betim, também na região metropolitana.

A Vale divulgou, no início desta manhã, uma lista com os nomes de funcionários com os quais não se conseguiu contato até o momento. São 413 trabalhadores, dos quais 90 são terceirizados, de acordo com as informações divulgadas às 9h. (Informações do jornal O Tempo).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas