Interior da Bahia

Esporte

Baianão: Zaga falha e Jacuipense é derrotado pelo Flu de Feira dentro da Arena Valfredão

O Jacuipense voltou a ser derrotado neste domingo (27), em jogo valido pela segunda rodada do Campeonato Baiano 2018. Em partida equilibrada, a equipe de Riachão do Jacuípe perdeu para o Fluminense de Feira de Santana por 2 a 0, na Arena Valfredão, com gols de Bambam e Rodolfo, um em cada tempo.

Resultado calou o torcedor do Leão do Sisal: foto ilustração

O resultado só não foi pior porque o Vitória da Conquista também sofreu a segunda derrota e ficou na lanterna da competição com um saldo negativo de 4 gols, enquanto o Leão do Sisal, também com duas derrotas, ficou com três gols negativos de saldo.

O jogo

Apesar de começar melhor e até criar algumas oportunidades, o Jacuipense foi uma equipe insegura na parte defensiva durante toda a partida. Com o retorno de Lídio, Mateus foi para o banco e Railon foi mantido no time. E foi justamente por este setor que o Fluminense construiu a sua vitória. A cada bola lançada na área, era um desespero para o torcedor. Lentos e mal posicionados, os dois zagueiros – notadamente Railon- não conseguiam marcar os atacantes adversários.

Quando a primeira etapa já se encaminhava para o fim, um novo vacilo da zaga do Jacuipense permitiu que Fluminense encontrasse o primeiro gol, aos 45 minutos, através de Bambam.  

Mas essa foi a tônica da primeira etapa. Apesar de maior posse de bola, a equipe feirense chegava com mais perigo justamente por causa dos erros de marcação da defesa adversária. Antes, além de já ter colocado uma bola na trave, os atacantes do Fluminense haviam obrigado  o goleiro Marcelo praticar defesas importantes para evitar o primeiro gol adversário.

Segundo tempo

No segundo tempo o técnico Jonílson Veloso tratou logo de corrigir um dos seus equívocos na escalação: sacou o volante Nilton e botou em campo Tiaguinho, xodó da torcida e esperança de uma reação. E foi de uma jogada com participação do atacante que surgiu o pênalti para o Jacuipense, aos 26 minutos, mas desperdiçado por Marcelo Nicácio.

Desesperado, o técnico sacou também Danilo Rios e botou Mairon em campo, mas a equipe perdeu o poder de criação no meio. Depois, contundido, Lucas cedeu a vaga a Paulinho, que não entrou de primeira por ter sentido durante os treinamentos da semana.

A perda de penalidade fez com que o Jacuipense ficasse mais intranquilo em campo. Apesar de ter mais volume, cedia espaço para o Fluminense, que passou a explorar bem os contra-ataques. Quando atacava, os atacantes do Leão do Sisal paravam no goleiro Leo.

Mas como um desenho da primeira etapa, o time feirense foi mais objetivo, e num dos contra-ataques fechou o placar, aos 40 minutos, através de Rodolfo, novamente com a colaboração do miolo de zaga.

A segunda derrota acendeu uma luz amarela para o Jacuipense. O jogo deste domingo mostrou muitas limitações na equipe, que não conseguiu repetir a boa atuação do segundo tempo contra o Bahia de Feira, na semana passada. Apesar da vitória, o Fluminense não mostrou qualidade de uma equipe que vai longe neste campeonato, muito pelo contrário, sua principal virtude foi apenas saber tirar proveito das falhas adversárias.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas